Estados do GCF construirão sistema para medir desempenho em REDD+

reuniao-GCF-brasilia-2015

Por Izamir Barbosa;
Colaborou Luiza Lima

Na última terça-feira (29), o Idesam reuniu-se, em Brasília, com os delegados dos sete estados brasileiros membros do GCF Task Force (Força Tarefa dos Governadores para o Clima e as Florestas) e o EII (Earth Innovation Institute) durante o “Workshop para o desenvolvimento do Sistema de Desempenho do GCF”.

A partir de um projeto elaborado por Idesam, EII e VCS (Verified Carbon Standards) para o Fundo GCF, a construção da primeira versão do sistema de contabilidade de resultados do GCF no Brasil era o enfoque do encontro. A visão geral do sistema de desempenho do GCF no Brasil foi apresentada contemplando os contextos atuais dos estados brasileiros e também objetivos e metas do sistema para os estados membros da colaboração subnacional.

“O Brasil ainda não possui um sistema simplificado para contabilização dos resultados que seus estados estão gerando em REDD+”, aponta Mariano Cenamo, pesquisador sênior do Idesam e coordenador das atividades do GCF no Brasil.

Opções para a elaboração da estratégia foram passadas, analisadas e discutidas interativamente entre os participantes, apresentando-se indicadores preliminares ambientais e sociais para a contabilidade de carbono e redução de emissões brasileiras, desenvolvimento social, agricultura, entre outros.

“A importância de uma discussão como essa, além da quantificação de resultados de redução de desmatamento e emissões de carbono, mostra-se também nos resultados de melhoria de indicadores sociais, de qualidade de gestão de unidade de conservação, de produtividade pecuária e de melhoria de desempenho econômico”, ressalta Cenamo.

Atualmente a GCF tem representatividades em 7 estados brasileiros: Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia e Tocantins. O Idesam atua como ponto focal das atividades do GCF no Brasil desde 2011.

EN-REDD+ e COP-21

Na segunda-feira que precedeu o workshop (28), os delegados do GCF também realizaram uma reunião para definir regras e a priorização de investimentos da doação a ser feita pela Noruega para o Fundo GCF. Também estiveram em pauta o alinhamento dos estados com o Governo  Federal sobre a Estratégia Nacional de REDD+ (EN-REDD+) e a participação dos mesmos na COP-21, que acontece em dezembro, em Paris.

Posts relacionados

Deixe um comentário