Estudo visa estruturar Apuí para produção sustentável

reuniao-recam-brasilia

Por Samuel Simões Neto
Foto: Márcia Soares (Fundo Vale)
 

Na busca por aumentar os impactos dos projetos e dar escala às iniciativas de produção sustentável em Apuí (AM), o Idesam está iniciando a realização de um estudo focado nas relações e parcerias estabelecidas entre as diversas organizações e entidades que atuam nas pautas de produção rural e sustentabilidade no município.

O trabalho volta suas atenções para o desenvolvimento das cadeias produtivas sustentáveis locais. Estão contempladas instituições como Idam, Incra, prefeitura e secretarias municipais, além de sindicatos e associações de produtores rurais.

Para Gabriel Carrero, gerente do Programa Produção Rural Sustentável (PPRS) do Idesam, todas essas entidades são estratégicas para o sucesso de projetos lá desenvolvidos.

A iniciativa do estudo surge a partir de um convênio entre a Universidade da Flórida e a Rede de Capacitação da Amazônia (Recam), da qual o Idesam faz parte.

“Cada organização que integra a Recam está focada no município onde tem maior atuação. No caso do Idesam, o município de Apuí foi escolhido por termos um longo histórico de trabalho”, destaca a engenheira agrônoma Maristela Gomes, pesquisadora do PPRS.

Conforme Maristela, o papel de cada parceiro, assim como seus interesses e atribuições dentro da estrutura municipal são alguns dos questionamentos que motivam essa análise, que será feita com base em dados coletados em 2015.

Os estudos realizados irão compor uma publicação com as ‘lições aprendidas’ sobre governança municipal, com importantes contribuições para outras iniciativas e municípios da Amazônia.

Capacitação e Planejamento

Além da realização dos estudos de caso, a parceria entre Recam e Universidade da Flórida compreende ainda uma capacitação sobre “Metodologias de Mediação para Governança Socioambiental Municipal”, realizada em vários módulos ao longo de 2016.

Nos dias 27 e 28 de janeiro, os integrantes da rede estiveram reunidos em Brasília durante o primeiro módulo da atividade (foto), onde participaram de debates, apresentação de experiências locais e planejamento das próximas ações da rede em 2016.

Estiveram presentes representantes da Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam), Instituto Centro de Vida (ICV), Instituto de proteção Ambiental da Amazônia (Ipam), Instituto Socioambiental (ISA) e Idesam.

A Recam

Criada em agosto de 2013, a Rede de Capacitação da Amazônia (Recam) nasceu durante um Seminário de Gestão Socioambiental Municipal realizado em Porto Velho (RO). Dentro da temática de Gestão Territorial, a atuação da rede está classificada em seis diferentes subtemas: Informação e Responsabilização, Planejamento, Governança, Economia Verde, Financiamento e Outros.

Atualmente, a rede mantém um grupo público no Facebook, onde são compartilhados os avanços e atividades das organizações que a integram.

Posts relacionados

Deixe um comentário