Evento na COP debate impacto de iniciativas estaduais na estratégia nacional de REDD+

cop22-marca

Por Samuel Simões Neto

No próximo dia 11 de novembro, o Idesam e a Fundação Amazonas Sustentável (FAS) realizam, na cidade de Marrakesh (Marrocos), a mesa-redonda  Advances and perspectives for the implementation of sub-national REDD+ programs in the Brazilian Amazon.

A atividade faz parte da programação paralela da 22ª Conferência do Clima (COP 22), que começou nesta segunda-feira e segue até 18 de novembro, na ‘cidade vermelha’ do Marrocos. A meta da conferência é engajar os países signatários do Acordo de Paris a mais uma vez discutir ações para desacelerar o aumento nas emissões de gases de efeito estufa, diminuindo os efeitos do aquecimento global.

A partir do evento, Idesam e FAS buscam mostrar como as iniciativas subnacionais (ou jurisdicionais) podem contribuir de maneira mais efetiva para o atingimento das metas –nacionais – de redução de emissões.

“As metas nacionais estão completamente relacionadas à redução na taxa de desmatamento da Amazônia, que vem apresentando um preocupante crescimento ao longo dos três últimos anos. As iniciativas propostas pelos estados são fundamentais para alavancar novos recursos para contenção do desmatamento, para que essas taxas voltem a cair”, explica Pedro Soares, gerente do Programa Mudanças Climáticas do Idesam e um dos integrantes da mesa.

Soares destaca ainda a grave crise econômica enfrentada pelos estados; principalmente no Amazonas, onde a recessão econômica atingiu os 9% em 2015. “Que os investimentos que cheguem – seja por resultados atingidos, seja pelo REDD+ – ajudem os Estados a sair dessa crise econômica, a partir de um modelo de desenvolvimento de baixo carbono”, afirma.

As ações implementadas no Amazonas e no Mato Grosso terão destaque no evento, com a presença de representantes dos governos estaduais. Já estão confirmadas as participações do secretário de Estado do Meio Ambiente do Amazonas (Sema), Ademir Stroski, e a presidente do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Ana Eunice Aleixo.

O evento será realizado no dia 11 de novembro (sexta-feira), às 15h, no Blue Zone – Sala Bering (150). Para mais informações, acesse este link.

Experiências em PSA

Durante a Conferência, o Idesam também participará da mesa-redonda ‘Implementation of policies for environmental services: lessons learned from Latin America’, organizada pela FAS. O objetivo é apresentar lições aprendidas nos países da América Latina na implementação de políticas e projetos sobre pagamento de serviços ambientais (PSA).

Voltado para tomadores de decisões, especialistas e representantes de organizações de diversos setores, o evento contará com a presença de representantes de estados do Brasil, México e Peru. Além de organizações que atuam com esse tipo de projetos, como o Fundo GCF e a Corporação Andina de Fomento (CAF).

Soares também representará o Idesam no evento. Ele levará contribuições a partir da experiência adquirida na coordenação das atividades brasileiras da Força-Tarefa de Governadores para Clima e Florestas (GCF), a qual é desempenhada pelo Idesam desde 2011.

O evento acontecerá no dia 10 de novembro, às 17h, no Green Zone – Sala Souss. Para mais informações, acesse este link.

Posts relacionados

Deixe um comentário