Idesam amplia sua atuação em Políticas Públicas e apresenta seus novos coordenadores

A partir de junho de 2012, o Idesam passa a contar com uma nova coordenação dentro de sua estrutura. A pesquisadora Mariana Pavan, que até então atuava como Coordenadora do Programa de Mudanças Climáticas e Serviços Ambientais (PMC) do Idesam passa a ser responsável pela Coordenação de Políticas Públicas.

De acordo com o Secretário Executivo do Idesam, Carlos Koury, o novo arranjo faz parte da evolução natural do Idesam, onde o tema Políticas Públicas está cada vez mais presente nas ações dos três programas-eixo do Instituto: Mudanças Climáticas (PMC), Manejo de Recursos Naturais (PMN) e Unidades de Conservação (PUC).

“Com essa mudança, queremos mostrar que este tema é de grande importância para o Idesam, pois transpassa todos os nossos programas. A Mariana [Pavan] está envolvida em debates de políticas estaduais, nacional e internacional relacionadas a mudanças climáticas, serviços ambientais e REDD+ e é protagonista do Idesam nestes debates”, explica Koury.

Novos coordenadores do PMC e PMN

Dentro das mudanças que estão ocorrendo na estrutura do Instituto, os pesquisadores Gabriel Cardoso Carrero e André Menezes Vianna, assumem, respectivamente, as coordenações dos programas Mudanças Climáticas e Serviços Ambientais (PMC) e Manejo de Recursos Naturais (PMN).

Gabriel Cardoso Carrero é bacharel em Biologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). É especialista em Gestão e Manejo Ambiental em Sistemas Florestais pela Universidade Federal de Lavras (UFLA) e Mestre em Ecologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA). Trabalha no Programa Mudanças Climáticas desde 2007, realizando pesquisas científicas relacionadas à dinâmica do desmatamento na Amazônia, ecologia florestal, monitoramento do uso da terra por satélite e quantificação de carbono florestal, e tem acumulado experiência no desenho de projetos de REDD+ e no desenvolvimento de projetos de conservação e produção sustentável.

O pesquisador André Luiz Vianna é mestre em Ciências de Florestas Tropicais pelo INPA (2011), graduado em Engenharia Florestal pela Universidade de São Paulo (2008), e tem experiência nas áreas de Dendrometria e Inventário Florestal, Manejo Florestal e Pagamentos por Serviços Ambientais.

Posts relacionados

Deixe um comentário