Idesam é homenageado pelos 10 anos de atuação na Amazônia

IMG_7255

ONG Ambiental recebeu placa da Comissão do Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Amazonas.

Por Larissa Mahall

“Os projetos, estudos, boas práticas em campo são uma combinação de fatores, que geram resultados para o Idesam e principalmente, para as comunidades, mostrando que estamos no caminho certo”. Com essa fala, o secretário executivo do Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas, Idesam, Carlos Gabriel Koury agradeceu a homenagem recebida pela Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Amazonas (CAAMA), na segunda-feira, dia 01 de junho. O evento compõe uma série de atividades da Semana Mundial do Meio Ambiente.

Em sua fala inicial, o deputado estadual Luiz Castro (PPS) alertou que “não cuidar do meio ambiente vai além da destruição da natureza, é destruição de si próprio”. Ele destacou também os eventos das Mudanças Climáticas e sua relação com a situação das cheias nos municípios do interior do Amazonas, que afeta a vida e organização das famílias.

Após a mensagem inicial e composição da mesa, o moderador do evento, deputado Luiz Castro convidou o Grupo Expressão e Vida, com a apresentação “Primatas da Floresta”. A palavra foi concedida aos homenageados, que receberam certificado.

O secretário executivo do Idesam, Carlos Gabriel Koury, recebeu além do certificado, uma placa e agradeceu a homenagem prestada. Em sua mensagem de agradecimento enfatizou que “o Idesam traduz em elementos práticos a sua missão de promover a valorização e o uso sustentável de recursos naturais na Amazônia e buscar alternativas para a conservação ambiental, o desenvolvimento social e a mitigação das mudanças climáticas”, afirmou.

O secretário reconheceu também a homenagem como histórica, pois neste ano, o instituto celebra uma década de atuação na Amazônia.

Além da mensagem de agradecimento, Koury apresentou dois resultados sustentáveis. O primeiro foi a nova publicação do Idesam sobre a análise de implementação do Sistema Estadual de Unidades de Conservação no Amazonas, durante os anos de 2007 a 2014. E o outro foi o Café Apuí Agroflorestal, o primeiro café produzido de forma sustentável na Amazônia e resultado do Projeto Café, desenvolvido no município de Apuí, no sul do Amazonas.

O deputado Luiz Castro ainda teceu elogios ao Idesam, argumentando que a instituição é um caso de sucesso, pois realiza um trabalho diferenciado e “trabalha com o tripé da educação ambiental, projetos técnicos e promove estudos na área”, argumentou Castro.

Outros homenageados na sessão especial foram a procuradora-chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT-AM), Alzira Melo Costa; o procurador do Ministério Público Federal, Rafael as Silva Rocha; o pesquisador do INPA, Sérgio Bringel; a professora da Universidade Federal do Amazonas, Elen Andrade; Marisa Lima da Silva, do Movimento SOS Encontro das águas e o grupo Garis da Alegria, pelo trabalho lúdico de educação ambiental.

Confira as fotos da Sessão Especial da Semana Mundial do Meio Ambiente aqui

Posts relacionados

Deixe um comentário