Idesam participa de capacitação sobre Serviços Ambientais no Acre

DSC_3243

Por Rogério Lima

Entre os dias 25 e 27 de novembro, o Idesam participou do curso “Incentivos a Serviços Ambientais”, iniciativa do Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação de Serviços Ambientais do Acre (IMC) e da ONG SOS Amazônia, com apoio do Banco KfW.

A ideia da capacitação proposta pelo IMC é difundir o tema de mudanças climáticas, REDD+ (Redução de Emissões do Desmatamento e Degradação Florestal) e Serviços Ambientais a diferentes atores no estado do Acre.

Segundo Magaly Medeiros, presidente do IMC, o curso é para que esses atores possam ser efetivamente informados e capacitados. “É nesse momento também que a gente garante a devida transparência do andamento e execução dos resultados”, explica.

As oficinas e debates realizados no curso integram o Sistema Estadual de Incentivos a Serviços Ambientais (SISA). Criado a partir da lei 2.308/2010, o sistema permite a participação do Acre no mercado internacional de carbono e outros serviços.

O Idesam, convidado pela ONG SOS Amazônia, auxiliou na elaboração da agenda do curso, selecionando temas e na apresentação em si de diversas palestras durante o curso. Segundo Luiza Lima, pesquisadora do Programa de Mudanças Climáticas (PMC) do Idesam e participante do curso, é essencial que as informações sobre o SISA sejam amplamente difundidas.

“É de fundamental importância que toda a população acreana tenha conhecimento do programa, dos benefícios que a conservação florestal da Amazônia traz para toda a sociedade e de como o sistema prevê recompensar os provedores dos serviços ambientais pelo seu papel na conservação e manutenção destes”, conclui.

“Trata-se de uma estratégia proposta pelo governo do Acre para permitir que um dos principais pilares da economia do estado seja baseada na floresta em pé e em cadeias produtivas sustentáveis”, afirma.

Posts relacionados

Deixe um comentário