Oficina apresenta tecnologias de pecuária sustentável em Manicoré

oficina-pecuaria-manicore

Por Priscila Rabassa

No dia 7 de outubro, o Idesam, em parceria com o Incra, promoveu uma oficina para apresentar tecnologias e pesquisas que vêm contribuindo para o desenvolvimento de uma pecuária mais sustentável para a Amazônia. O encontro aconteceu no distrito de Santo Antônio do Matupi, em Manicoré, no sul do Amazonas, e contou com a presença de pecuaristas e produtores da região.

A oficina, que teve por objetivo discutir e definir um conjunto de práticas produtivas atreladas a conservação do meio ambiente,  abordou temas sobre a recuperação de áreas degradadas e a potencialidade dos Sistemas Silvipastoris Intensivos para a Amazônia Brasileira. Também foram discutidas soluções conjuntas que possibilitem a disseminação e a implantação de boas práticas nas pecuárias de leite e de corte através do correto manejo das pastagens.

Na ocasião, foi apresentado o estudo de caso realizado no município de Apuí, onde o Idesam vem desenvolvendo, desde 2011, ações estruturantes de implementação de pilotos e cadeias produtivas sustentáveis.

Até o momento, já foram implantadas 4 Unidades Demonstrativas de Sistema Silvipastoril Intensivo que tem contribuindo para a redução da necessidade de desmatar novas áreas e no aumento da produção.

>> Idesam implanta sistema de pecuária Silvipastoril em Apuí

“A previsão é que em pouco tempo o sistema aumente ainda mais a produção por hectare, já que as árvores plantadas nas áreas de estudo estão crescendo”, afirma o engenheiro agrônomo da ViaVerde, Murilo Bettarello.

Durante o encontro, também foi realizada uma visita técnica na fazenda do produtor de leite João Carlos, onde será construída uma Unidade Demonstrativa de Sistema Silvipastoril Intensivo, ainda neste ano. Durante a visita foram realizadas algumas ações para o início da implantação, como a construção de um banco misto de forrageira e o cálculo da calagem (aplicação de calcário) para a área.

De acordo com Bettarello, o encontro foi fundamental para integrar o setor produtivo de Matupi na busca por atividades mais sustentáveis na região.

“A participação colaborativa dos produtores é importante para dar continuidade ao trabalho. Nós apresentamos técnicas de sucesso utilizadas em Apuí e que podem ser inseridas aqui visando aumentar a escala de produção e a geração de renda, além de combater o aumento da degradação de novas áreas como é realizado atualmente.

Posts relacionados

Deixe um comentário