Metodologia de Desmatamento Não-Planejado

O Idesam, através de uma parceria com a Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e a Carbon Decisions International, elaborou a “Metodologia para Estimar a Redução de Emissões de Gases do Efeito Estufa originados por Desmatamento Não Planejado” (Methodology for Estimating Reductions of Greenhouse Gases Emissions from Unplanned Deforestation). A primeira aplicação da metodologia foi no Projeto de REDD+ da RDS do Juma, validado em 2008 junto aos Padrões CCB – Cima, Comunidade e Biodiversidade. A metodologia foi aprovada junto ao VCS (Verified Carbon Standards) em julho de 2011 e já está disponível para download e aplicação por demais projetos. A versão final aprovada pode ser acessada aqui.

A metodologia poderá ser utilizada por projetos que pretendam reduzir as emissões de GEEs de desmatamento não planejado (inclui as abordagens mosaico e fronteira), orientando os desenvolvedores do projeto no estabelecimento dos cenários de linha de base e quantificação das reduções de emissões esperadas.

 
O VCS (Verified Carbon Standards)  surgiu com a finalidade de criar normas e padrões independentes para validação de metodologias e projetos que pretendam gerar reduções de emissões dentro do mercado voluntario de carbono. Estes padrões pretendem assegurar a real adicionalidade dos projetos, além de aspectos como permanência, metodologia para realização dos cálculos de reduções de emissões, transparência das informações etc.

Para a validação de uma metodologia junto ao VCS, é necessário que ela se submeta ao processo de análise segundo os critérios definidos pelo padrão e receba um parecer positivo de duas instituições validadoras independentes (credenciadas ao VCS).

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário