Quatro novos Sistemas Agroflorestais implantados na RDS do Uatumã

Por Luan Samarone, pesquisador do Programa Carbono Neutro – 

O Programa Carbono Neutro (PCN) iniciou o ano de 2014 a todo o vapor! Aproveitando o período chuvoso na Amazônia, foram implantados mais 2 hectares de Sistemas Agroflorestais (SAFs) na RDS do Uatumã.

O plantio, realizado entre os dias 9 e 25 de janeiro, foi coordenado pelo engenheiro agrônomo Ramom Morato, eu e o comunitário Alcir Queiroz colaboramos com a execução das atividades. Os 2 hectares de SAFs foram divididos em quatro diferentes propriedades de quatro famílias da reserva, sendo uma residente da comunidade do Abacate e outras três da comunidade do Maracarana.

plantio-saf-1  plantio-saf-2

Foram plantadas mudas de ingá, cacau, açaí, pau-d’árco, cumaru, andiroba e copaíba além das espécies agronômicas: milho, abóbora, mamão, tomate, quiabo, pimenta, banana, macaxeira, abacaxi entre outras a gosto do produtor. As mudas de espécies florestais foram produzidas dentro da própria RDS, no viveiro do Sr. José “Papa” Monteiro.

Toda essa diversidade de espécies é para garantir a sustentabilidade do sistema, pois dessa forma, a área sempre estará produzindo, otimizando o espaço e esforços, gerando alimento e renda para as famílias.

Os sistemas, baseados nos princípios da agrofloresta, só utilizam adubação orgânica, ou seja, não é utilizado nenhum produto químico para adubação ou controle de pragas. Essas são funções das próprias plantas do sistema e do composto orgânico (mistura de esterco de gado e serragem de madeira) aplicado.

plantio-saf-3  plantio-saf-4

No final, foram plantadas mais de 550 mudas em cada uma das 4 áreas, superando o número de 2.200 mudas de espécies florestais, sem contar as espécies agrícolas e adubadoras.  Considerando as estimativas de sequestro de carbono adotadas pelo PCN, isso representa o sequestro de 600 toneladas de CO2 da atmosfera!

Os SAFs serão monitorados e assistidos tecnicamente pela equipe do PCN para que o investimento obtenha o retorno almejado, beneficiando as famílias da RDS do Uatumã e o clima do planeta!

Posts relacionados

Deixe um comentário