Sobrebarba e Idesam em parceria sobre consumo consciente

Campanha de divulgação da parceria teve foco em espécies amazônicas

Em colaboração com o Idesam, empresa irá direcionar parte de todas as vendas para ajudar no reflorestamento da Amazônia

 

Por Izamir Barbosa

 

Os produtos criados especialmente para que tem barba da marca Sobrebarba são produzidos somente com matérias-primas de origem vegetal e a marca se preocupa não apenas com seus consumidores, mas com o os rumos do consumo e do meio ambiente. Por conta disso, os sócios Fernanda Kawazoe e Samuel Tonin fecharam uma colaboração com o Idesam através do Programa Carbono Neutro.

O objetivo é ajudar no reflorestamento da Amazônia com parte do lucro encaminhado para as ações do Instituto na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã. “Vamos enviar um material na caixa informando que o consumidor colaborou com o reflorestamento da Amazônia”, conta Samuel Tonin, sócio da Sobrebarba. As artes criadas para esta iniciativa foram inspiradas em árvores brasileiras, como a bananeira, castanha do brasil e copaíba, e refletem uma espécie de traço feito com pincel – mas um pincel de barba! – e usam papel certificado pelo FSC (Forest Stewardship Council).

“Escolhemos o Idesam porque trabalha com reflorestamento agroflorestal em áreas degradadas da RDS do  Uatumã, que é a recuperação da floresta nativa junto de uma agricultura sustentável, como árvores frutíferas e raízes. Isso gera um ciclo vivo não só de recuperação da floresta, mas também de geração de alimento e renda para as comunidades locais. Outro ponto importante é que o Idesam faz o monitoramento do plantio, geo-localização das árvores e o acompanhamento do crescimento. Esse é o começo de uma parceria que, esperamos, será perene para todas as vendas do site”, finaliza.

Em um segundo momento, a Sobrebarba  terá em seu site um contador mostrando em tempo real quantas árvores estão sendo plantadas na RDS do Uatumã com a ajuda de seus clientes, inclusive com a geolocalização de cada uma delas. “Deste modo, além de ajudar em uma causa em que a gente acredita, brincamos um pouco com o estigma do barbudo lenhador. Aqui os barbudos não cortam árvores, mas ajudam a plantá-las”, observa Tonin.

Para Flávio Cremonesi, gerente do Programa Carbono Neutro, a parceria contribui para criar uma conexão direta dos brasileiros com a Região Amazônica. “Quanto mais pessoas estiverem envolvidas com o plantio de árvores, mais famílias de comunidades ribeirinhas serão beneficiadas, através de geração de renda e segurança alimentar. Isso contribui para a preservação da floresta”, destaca.

A Sobrebarba

A marca nasceu na cidade do Rio de Janeiro, fundada pelos publicitários Samuel Tonin e Fernanda Kawazoe devido à dificuldade de encontrar no Brasil produtos específicos para os cuidados da barba. Durante um ano a dupla investiu em pesquisas por diferentes redes sociais para conhecer as opiniões e experiências de diversos homens com barba. As opiniões destes futuros consumidores ajudaram desde a criação dos produtos, de acordo com as necessidades de quem cultiva a barba, até em como deveriam ser as embalagens, essências, etc.

Posts relacionados

Deixe um comentário