Troca de experiências busca melhoria na produção agrícola

10 de fevereiro de 2012

 

Entre os dias 10 e 13 de fevereiro, aproximadamente 20 produtores rurais, de Manaus e vários municípios do leste do Amazonas, participam de uma atividade de campo na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã. A ação conjunta, realizada pelos programas Manejo de Recursos Naturais (PMN) e Unidades de Conservação (PUC) do Idesam, visa à troca de experiências entre os participantes e o desenvolvimento de novas alternativas que facilitem a produção agrícola, o escoamento e a comercialização desses produtos.

 

Além dos produtores da RDS, participarão da atividade quatro representantes da Apoam (Associação dos Produtores Orgânicos do Amazonas) e seis lideranças que integram o Projeto Empoderamento de Organizações Sociais, do PMN. De acordo com o coordenador do PUC, Eduardo Rizzo, os produtores conhecerão um Sistema Agroflorestal (SAF) implantado recentemente na Reserva. “Nós vamos organizar um dia de campo que vai servir de troca de experiências, vamos discutir produção, comercialização, políticas públicas, apresentar a metodologia, como funciona e como ocorreu a implantação da SAF”, destaca.

 

Do projeto Empoderamento de Organizações Sociais, participarão da atividade as lideranças que têm maior representatividade na questão agrícola. Durante 2011, o projeto realizou uma série de atividades que abordaram temas como Agroecologia, Comercialização de Produtos, Associativismo e Cooperativismo, entre outros.

 

Os produtores da Apoam, por sua vez, têm mais experiência na comercialização dos seus produtos. Prova disso é a realização semanal da feira de produtos orgânicos na sede do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), em Manaus. “Hoje, quem é mais organizado pra vender é a Apoam, por isso é importante que eles estejam juntos nesse processo de ensino e aprendizado”, afirma o coordenador.

 

Um fiscal agropecuário representante do Ministério da Agricultura que trabalha com orgânicos também vai participar da atividade. Ele vai mostrar como as políticas públicas podem chegar a todos os produtores do Uatumã e tirar as principais dúvidas dos produtores. “Vai ser uma discussão bem interessante sobre métodos de produção, venda, técnicas de plantio, produtos orgânicos, às vezes você aprender a fazer um adubo orgânico novo”, destaca Rizzo.

 

Dificuldade na Comercialização

 

Atualmente, a produção agrícola da Reserva do Uatumã fica dentro das próprias comunidades da RDS, seja para consumo próprio ou troca entre comunitários. A única comercialização externa é uma feira realizada mensalmente na sede do município de Itapiranga.

 

Mas o processo esbarra em algumas dificuldades, como o curto prazo – a feira dura apenas dois dias. Outros fatores que dificultam o processo são a pouca variedade de produtos e a baixa demanda do município. “O que não é vendido acaba voltando pra reserva”, explica Eduardo, que aponta uma possível solução para o problema: “Se eles conseguirem se organizar de forma que consigam alcançar outros mercados, até mesmo Manaus, seria fantástico”.

 

Conhecimento popular e científico

 

Rizzo destaca a importância do conhecimento popular nesse processo de troca de vivências. “Cada um tem um conhecimento diferente que vai sendo repassado dentro das famílias, agora eles poderão ser compartilhados com todos. Estaremos trabalhando, no total, com produtores de nove municípios diferentes do Estado, cada um com sua particularidades”, afirma.

 

O encontro também contará com a presença do pesquisador Luis Felipe, doutorando do Inpa (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia), que trabalha com o Camu Camu. Ele vai ensinar técnicas de como melhor produzir o fruto em terra firme. A equipe também levará sementes de cacau para que os presentes aprendam a produzir as mudas do fruto. O objetivo dessas ações é proporcionar novas alternativas para a produção da reserva, aumentando a variedade dos produtos agrícolas aumentando, assim, a renda das comunidades.

 

Compartilhe esta notícia

Posts relacionados

Deixe um comentário