A Nova Economia da Amazônia: seminários online sobre bioeconomia vão até dezembro

content image
A Nova Economia da Amazônia: seminários online sobre bioeconomia vão até dezembro

Os seminários são mensais e contam com importantes nomes do setor

Por Comunicação Idesam
Foto: Divulgação/Arquivo Fapeam

Até dezembro, uma série de cinco seminários online sobre “A Nova Economia da Amazônia” irá colocar nossa bioeconomia no centro do debate sobre as oportunidades de investimentos em negócios de impacto e serviços ambientais na região. Em parceria com a Revista Página 22, o pontapé inicial foi dado no último dia 20 de agosto, com o primeiro webinar que promoveu importantes discussões sobre as perspectivas para o setor de inovação

O seminário inaugural teve como ponto central a “Zona Franca de Manaus: Oportunidades para Inovação e Investimentos em Bioeconomia”, moderado pelo diretor de Novos Negócios do Idesam, Mariano Cenamo e com as participações do diretor-presidente do Grupo Bemol, Denis Minev, o coordenador de Economia Verde do Ministério da Economia, Gustavo Fontenele, e a CEO do Grupo GBR e ex-titular da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Rebecca Garcia.

Neste primeiro encontro, o fomento da bioeconomia como estratégia para redução do desmatamento na Amazônia permeou as discussões entre os participantes. Outro destaque foi a apresentação do Programa Prioritário de Bioeconomia (PPBio), uma oportunidade de investimento em projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) para o fortalecimento do ecossistema de inovação na Amazônia.

“A Zona Franca reúne uma série de atributos fundamentais para posicionar Manaus e o Brasil como o hub global de inovação em bioeconomia. Precisamos ter ambição e visão de longo prazo para tornar isso uma realidade”, ressalta Mariano Cenamo. 

Acesse aqui o webinar na íntegra

O PPBio já deu um primeiro passo para este cenário se tornar um futuro mais próximo, ao investir R$ 1 milhão em projetos inovadores que beneficiam diretamente cadeias produtivas amazônicas. O programa coordenado pelo Idesam é um dos quatro programas prioritários criados para o aporte de parte dos investimentos que empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) são obrigadas a fazer em (P&D), dentro da Lei de Informática.

Para Denis Minev, “temos condições de desencadear uma verdadeira revolução verde, o que exige discutir a Amazônia de dentro para fora”. O PPBio, portanto, busca contribuir para esta revolução, ao conectar pesquisadores a empresas investidoras para transformar a biodiversidade em produtos  e soluções.

O próximo encontro virtual acontece no dia 17 de setembro, com o webinar “Biotecnologia e Inovação: Como promover investimentos em P&D e negócios disruptivos”. Já no dia 08 de outubro, o seminário irá debater o “Financiamento Híbrido: Como Alavancar Investimentos do Setor Privado em Negócios de Impacto”. 

Confira a programação completa: