Fernando Pellicano: “A Sustentabilidade na Amazônia exige união de esforços”

img-castanheira-amazonia

Uma das empresas mais reconhecidas em termos de inovação, a 3M inaugurou a unidade de Manaus em 2015, com sistemas de baixo consumo de energia elétrica e baixo consumo de água, além de não utilizar solventes orgânicos nos processos produtivos.

Em entrevista à PPA, o gerente de planta da empresa em Manaus, Fernando Pellicano, destaca os avanços em sustentabilidade da empresa e fala ainda sobre sua visão a respeito do desenvolvimento da Amazônia, com seus desafios e oportunidades. Confira a seguir:

 

 

PPA: A 3M é reconhecida mundialmente pela sua inovação em produtos e no seu investimento em Pesquisa e Desenvolvimento. Como a empresa trabalha a inovação em Sustentabilidade e Responsabilidade Social?

Fernando Pellicano (FP): Há décadas a empresa vem empenhando esforços tanto na área de P&D como em toda a cadeia produtiva de supply chain para desenvolver e produzir produtos com atributos sustentáveis que atendam às necessidades dos seus clientes e causem o menor impacto possível ao meio ambiente. Há equipes dedicadas a analisar e buscar as melhores opções, sob o ponto de vista da sustentabilidade, desde as matérias primas até as embalagens finais que chegarão ao nosso cliente e seu descarte, passando pela eliminação do solvente em processos nas manufaturas, por exemplo, ou substituição de matérias primas por alternativas disponíveis adequadas às melhores práticas ambientais e com menor geração de resíduos.

E olhando para o aspecto social, desde 2006 a 3M criou o Instituto 3M de Inovação Social, uma organização idealizada para contribuir com a transformação social do Brasil, promovendo o empreendedorismo de nossas futuras gerações, fundamentado em valores éticos, de cidadania e de sustentabilidade. A missão do Instituto 3M é atuar na descoberta de tecnologias sociais e no desenvolvimento de programas próprios e em parcerias com foco na formação de nossas futuras gerações para empreendedorismo. Há mais de cinco anos desenvolve programas próprios com foco na educação, como o Curso Formare, que já contribuiu com a formação para o primeiro emprego de cerca de 200  jovens e outros projetos, em parceria com instituições sociais e prefeituras das localidades onde mantem operações fabris. Além disto, incentiva e reconhece o voluntariado entre os funcionários e familiares, pois entende que são agentes de transformação da sociedade.

 

PPA: Quais os principais desafios de negócio a empresa enxerga na região Norte?

FP: A região Norte é muito importante e estratégica para a 3M. Além de grandes clientes, temos uma fábrica que passa por um momento de expansão na Zona Franca de Manaus. O maior desafio nessa região é superar os entraves logísticos.  Para transportar produtos da fábrica para o nosso centro de distribuição, localizado na região sudeste do país, ou do CD para nossos clientes na região Norte, são necessários aproximadamente 12 dias no modal rodo-fluvial (parte do trecho terrestre e parte via transporte hidroviário). Se for considerar o sistema de cabotagem, que é a navegação pela costa do oceano e depois através do rio Amazonas, o prazo é superior a 20 dias. Esse elevado tempo de trânsito gera um grau de complexidade para a cadeia de suprimentos e dificulta manter um bom nível de serviço aos nossos clientes. A 3M continua investindo e buscando novas alternativas para minimizar esses efeitos logísticos no crescimento dos negócios na região Norte.

 

PPA: Como a 3M enxerga os desafios de Sustentabilidade na Amazônia?

FP: O maior desafio está em unir esforços de órgãos públicos, privados e ONGs visando planejar e executar programas e ações que no longo prazo possibilitem o desenvolvimento social, econômico e ambiental da Amazônia, conservando o patrimônio ecológico da região, que é reconhecidamente um dos principais complexos de biodiversidade do mundo e tem papel fundamental para o equilíbrio do clima global.

 

PPA: Por que a 3M aderiu à PPA?

FP: Somos uma empresa global e atuamos em mais de 200 países. Temos operações de manufatura em 70 países, dentre eles o Brasil. Uma das nossas principais unidades de fabricação está localizada em Manaus, no coração da região Amazônica. Fazer parte da Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA) nos dá muito orgulho, pois teremos a oportunidade de ajudar a promover o desenvolvimento sustentável, um dos maiores valores da nossa empresa. Através desse programa vamos debater esse importante tema com membros de outras empresas e instituições, além de propor projetos e soluções que ajudem a preservar a maior reserva de biodiversidade do mundo.

 

PPA O que a 3M tem feito em termos de meio ambiente e sustentabilidade?

FP: A 3M tem diversas ações relacionadas à sustentabilidade. Especificamente na Zona Franca de Manaus, uma conquista importante foi a construção da uma nova fábrica em 2015. Essa unidade possui sistemas de baixo consumo de energia elétrica, como a iluminação que é 100% em LED, sistemas de geração de água gelada com uso de tecnologia de mancal magnético, baixo consumo de água, prédios construídos com isolamento térmico e acústico, além de não utilizar solventes orgânicos nos processos produtivos.

Outra ação importante é o Programa Corporativo 3P (Prevenção à Poluição se Paga) que existe desde 1975. Desde sua criação já foram realizados mais de 10.000 projetos globalmente. Representam a prevenção da geração de mais de 2 milhões de toneladas de poluentes, seja poluição no ar, água e resíduos. Ao mesmo tempo, a empresa deixou de gastar quase US $ 2 bilhões, desenvolvendo ações preventivas.

Também temos objetivos de Sustentabilidade, que são traduzidos em indicadores globais assumidos pela corporação em 2015. Eles estão relacionados aos nossos clientes, ajudando-os  a desenvolver materiais e produtos mais sustentáveis e a reduzir seus Gases Efeito Estufa; reduzindo a geração de resíduos, consumo de energia e água nas nossas operações; atuando na cadeia de suprimentos através da rastreabilidade de matéria-prima para direcionar a sustentabilidade junto aos nossos fornecedores e, por fim, na educação e desenvolvimento para alavancar as capacidades individuais e organizacionais de nossos colaboradores.

Posts relacionados

Deixe um comentário