Carbono Neutro inicia preparativos para plantio 2019

monitoramento-equipe-comunitario

Por Isabele Goulart
Edição de Samuel Simões Neto

 

Em julho de 2018, a equipe do Programa Carbono Neutro Idesam esteve na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã para a realização de atividades de monitoramento dos plantios realizados no início deste ano, assim como os SAFs já implementados em anos anteriores.

Ao todo, a expedição teve duração de seis dias e visitou quatro comunidades da RDS do Uatumã: Nossa Senhora do Livramento, Santa Luzia de Caranatuba, Santa Luzia do Caribi e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Maracarana).

Durante a expedição, foram feitas visitas a 18 famílias que fazem parte do programa e cultivam os SAF em suas áreas. Além de monitorar o desenvolvimento dos plantios e fazer o registro das áreas através de imagens, as visitas tinham o intuito de manter a aproximação com as famílias da Reserva e entender um pouco das mudanças geradas desde o início das atividades.

Em uma das entrevistas feitas durante a expedição, Ernesto de Souza, beneficiário do programa, ressaltou a importância da iniciativa para melhorar os meios de produção locais e também contribuir com a mitigação das mudanças globais. “Hoje, eu sou um cara que tem uma visão de futuro. Eu sei que eu fazendo isso (SAF) eu estou ajudando várias pessoas, não só as pessoas que me rodeiam.”

Morador da comunidade de Santa Luzia do Caribi, Ernesto faz parte do PCN desde 2016. Desde então, ele já plantou mais de 1.500 mudas em áreas degradadas e já iniciou o preparo das áreas que serão plantadas no próximo ano.

A atividade de monitoramento faz parte do cronograma anual de atividades do programa que, no começo de 2019, deverá plantar mais de 10 hectares de SAF em áreas degradadas da RDS do Uatumã.

“É importante manter a execução do cronograma de atividades pré-plantio para garantir o melhor aproveitamento da época chuvosa e garantir a sobrevivência das mudas após a implantação das áreas” diz Jefferson Araújo, responsável técnico das atividades de plantio e manutenção dos Sistemas Agroflorestais na Reserva.

O acompanhamento das famílias e dos resultados após o plantio é uma das bases do Programa Carbono Neutro e é uma ação de extrema importância para manter a iniciativa funcionando. O contato com as famílias que participam do programa tem sido intensificado para que elas tenham total compreensão dos impactos positivos que estão gerando na reserva.

 

Viveiros em expansão

Outra ação também realizada em julho pela equipe do Idesam foi o acompanhamento dos quatro viveiros de mudas instalados na reserva. A ação busca garantir que, ao final do ano, toda a demanda de mudas do PCN seja atendida pelas próprias famílias da RDS do Uatumã.

No ano de criação do programa, em 2010, as mudas foram todas trazidas de fora, pois não havia disponibilidade dentro da RDS. O plantio de 2019, por sua vez, será feito 100% com mudas produzidas dentro do Uatumã. “A compra de mudas também ajuda a movimentar a economia local”, explica Jefferson Araújo.

A estimativa é que mais de 16.000 mudas sejam produzidas até o final do ano, das quais 7.000 já estão em fase inicial de desenvolvimento.

Posts relacionados

Deixe um comentário