Comunitários destacam oportunidades e ameaças para a FLONA Tapajós

content image
Comunitários destacam oportunidades e ameaças para a FLONA Tapajós

[:pt]Idesam avança na revisão do Plano de Manejo da unidade de conservação e realiza oficinas de planejamento participativo com as comunidades tradicionais residentes

Por Samuel Simões Neto
Com informações do ICMBio
Imagem: Romulo Rocha/ICMBio

 

As oficinas de planejamento participativo, também conhecidas como OPPs, são uma das etapas mais importantes para a realização do Plano de Manejo de uma Unidade de Conservação (UC), principalmente se esta é habitada por populações humanas. Através dessas atividades, os técnicos responsáveis por elaborar o documento conhecem a expectativa dos moradores e a transformam em projetos e ações com potenciais impactos positivos no modo de vida local.

Entre fevereiro e março, o Idesam organizou quatro OPPs na Floresta Nacional do Tapajós. As ações foram realizadas nas comunidades Piquiatua, Prainha, Jamaraqua e Godinho e mobilizaram aproximadamente 120 comunitários De todas as 21 comunidades da UC.

Os participantes elaboraram uma matriz ‘SWOT’, identificando as fortalezas, fraquezas oportunidades e ameaças para a UC nos seguintes temas: Dimensão Humana, Dimensão Social, Infraestrutura e Natureza. A partir da análise desses dados, eles poderão revisar e/ou construir planos de ações e metas para a nova versão do Plano de Manejo da FLONA.

De acordo com César Haag, coordenador técnico do Idesam, a próxima etapa consiste em oficinas temáticas sobre Turismo, Cadeias produtivas, Questão Indígena e Manejo Florestal Madeireiro, além de ações sobre a biodiversidade.

A participação comunitária é estimulada por meio de reuniões direcionadas nas comunidades da FLONA. “A mobilização é fundamental para preparar as comunidades para as oficinas, que estão sendo extremamente produtivas”, explica Haag.

 

A FLONA Tapajós

Criada em 1974, às margens do Rio Tapajós, no Pará, a Floresta Nacional do Tapajós tem aproximadamente 527.000 hectares – e mais de 160 quilômetros de praias – sendo um grande destaque para o turismo da região.

De acordo com o Sistema de Informações do ICMBio, Tapajós é a FLONA que mais abriga pesquisa científica no país – 65 pesquisas em 2013. A UC abriga 21 comunidades tradicionais, aldeias indígenas e assentamentos da reforma agrária, totalizando cerca de 4.000 habitantes.

 

Saiba mais:

FLONA Tapajós – Página oficial (ICMBio)

FLONA tapajós – Unidades de Conservação (ISA)

FLONA Tapajós – Observatório de UCs (WWF)[:]