Análise de mudança de uso da terra e estrutura de governança ambiental nos municípios do Profloram

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Este relatório foi elaborado como parte do Estudo “Oportunidades para Iniciativas de REDD+ no Sul/Sudeste do Estado do Amazonas”, desenvolvido pelo Idesam em parceria com a Carbon Decisions International e Forest Trends, com apoio financeiro do KfW. Apresenta um importante embasamento para entender a situação da estrutura de governança local na região do Projeto de Prevenção e Combate ao Desmatamento e Conservação da Floresta Tropical no Estado do Amazonas – Profloram.

Download

Comments (3)

[…] e Desenvolvimento Sustentável) em 12 municípios do sul do Estado do Amazonas criou o Índice Consolidado de Estrutura de Governança Ambiental e Desmatamento. Trata-se de uma matriz que agrega uma série de indicadores e características dos municípios e, […]

[…] Um estudo do Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (Idesam) buscou descobrir quais os locais mais preparados para receber projetos ambientais. São municípios em que o “custo-benefício” seria melhor: pode-se investir pouco e conseguir grandes resultados no controle do desmatamento. O trabalho mostra que dois dos municípios que estão na lista dos que mais desmatam a Amazônia, Lábrea e Apuí, poderiam ser beneficiados. […]

Leave a comment