Idesam seleciona consultoria para gerenciar resíduos de usinas de óleos vegetais no AM

content image
Idesam seleciona consultoria para gerenciar resíduos de usinas de óleos vegetais no AM

O prazo de recebimento das propostas vai até o dia 30 de setembro

O Cidades Florestais abriu processo para selecionar consultoria PJ que irá elaborar e implantar um de plano de gerenciamento de resíduos para as miniusinas pertencentes à Rede de Óleos da Amazônia, apoiadas pela iniciativa. As empresas têm até o dia 30 de setembro para enviar suas propostas, exclusivamente por e-mail.  

A Pessoa Jurídica irá atuar nas cinco regiões beneficiadas pelo projeto, que atualmente são Apuí, Lábrea, Silves, Carauari, e na RDS Uatumã (municípios de Itapiranga e São Sebastião do Uatumã). A companhia deve possuir experiência comprovada em trabalhos e projetos de gerenciamento de resíduos.

As atividades desenvolvidas estão divididas por etapas, que vão desde a identificação dos processos geradores de resíduos, passando pelo desenvolvimento de ferramentas para o controle de documentos referentes à destinação dos resíduos até a criação de indicadores de avaliação de desempenho. 

Uma das frentes do Cidade Florestais, que busca o fomento da produção florestal de uso múltiplo é a instalação da Rede de Óleos da Amazônia, que executou a construção de duas novas miniusinas de extração de óleos vegetais oriundos do extrativismo. Além disso, o projeto apoia a nível estrutural e gerencial outras três usinas já existentes.  

Todas as informações referentes ao processo podem ser encontradas no Termo de Referência, que pode ser baixado no link abaixo:  

TDR 47_2020 – PLANO DE GESTÃO DE RESÍDUOS – Rede de óleos