DOE AGORA

Idesam tem contas aprovadas sem ressalvas em auditoria independente

Idesam tem contas aprovadas sem ressalvas em auditoria independente

A aprovação da prestação de contas do relatório do Programa Prioritário de Bioeconomia (PPBio) é resultado de boas práticas e transparência na gestão, na eficiência e responsabilidade na aplicação dos recursos. 

 

Por Assessoria 

Após dois meses auditoria de realizada por uma empresa internacional independente, o Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam) teve a operação do Programa Prioritário de Bioeconomia (PPBio) de 2021 aprovada sem ressalvas.   

“Esta é uma auditoria específica da execução do Programa Prioritário de Bioeconomia regimentada pelo Comitê de Atividades de Pesquisa e Desenvolvimento na Amazônia (CAPDA/SUFRAMA), para comprovação de execução dos recursos de P&D [Pesquisa e Desenvolvimento] da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) destinados pelo Programa Prioritário de Bioeconomia. Assim, o Idesam reforça suas ações de Transparência por meio de auditorias contábeis independentes, realizadas anualmente contemplando todos os recursos e projetos do Instituto”, explica o diretor de Bioeconomia & Inovação do Idesam, Carlos Gabriel Koury. 

 

Resultados e impactos   

Até o final de 2021 o PPBio movimentou R$26,4milhões de investimentos das empresas no Programa. Com esse valor, em dezembro de 2021 já havia sido foi possível apoiar 14 projetos, 05 que já se encontravam finalizados e 09 projetos estavam em execução. Todos estes já conseguiram gerar mais de 40 produtos de diferentes segmentos, como alimentício e cosmético. 

Criados pelo Ministério da Economia, por meio do Comitê das Atividades de Pesquisa e Desenvolvimento da Amazônia (Capda), os programas prioritários são um conjunto de projetos voltados ao desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação (CT&I) de grande relevância para o desenvolvimento regional. O Programa Prioritário de Bioeconomia (PPBio) é dedicado a apoiar soluções para o uso sustentável da biodiversidade da Amazônia.  

O Idesam, organização sem fins lucrativos fundada em Manaus em 2004, é o coordenador do PPBio, sendo responsável por articular com empresas do Polo Industrial de Manaus que destinem parte de suas obrigações de investimentos em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação para a promoção de novos produtos, produtos e serviços na bioeconomia da Amazônia através de transferência de tecnologia, startups e negócios de impacto social e ambiental. 

WordPress Lightbox Plugin