Produtores rurais recebem capacitação sobre pecuária sustentável

capacitacao-pecuaria-sustentavel

Por Priscila Rabassa

Visando promover práticas sustentáveis em fazendas de pecuária em Apuí, Idesam e ViaVerde realizaram, no último dia 4 de outubro, o 3º módulo de uma capacitação continuada em pecuária sustentável para pequenos produtores rurais do município do sul do Amazonas.

O encontro foi realizado no sítio do produtor João Nilton, participante do Semeando Sustentabilidade em Apuí (SSA), projeto desenvolvido pelo Idesam desde 2011, com apoio do Fundo Vale e em parceria com instituições locais.

A capacitação contou com a participação de produtores de leite, técnicos de instituições de assistência técnica, representantes do poder público e produtores inscritos no SSA. O consultor da empresa ViaVerde, Murilo Bettarello, proferiu uma palestra abordando as vantagens do Sistema Silvipastoril Intensivo (SSPi) para a produção de leite no sul do Amazonas.

“O sistema é promissor para Apuí, pois desenvolve técnicas visando o fortalecimento da economia local, sem esquecer o cuidado com o animal e a preservação do meio ambiente”, explica.

Bettarello destacou, durante sua fala, as principais variedades de plantas forrageiras que podem ser utilizadas nas áreas e as técnicas de implantação de um banco misto de forrageiras para a produção de biomassa na época de escassez, visando o equilíbrio do fornecimento de proteína e energia para o aumento da produtividade leiteira e da renda familiar dos produtores.

“Nossa expectativa é replicar a técnica implantada na unidade demonstrativa do produtor João Nilton, onde o sistema está sendo implantado com sucesso, para outros produtores”, afirma.

Após a palestra, o grupo teve a oportunidade de visitar a área de implantação do SSPi e observar práticas como o manejo da cerca elétrica, o plantio de estacas de margaridão (Tithonia diversifolia), o desenvolvimento de árvores nas entrelinhas dos piquetes com espécies de Ingá, Eritrina e Gliricídia, e o manejo do gado leiteiro.

Para o produtor João Nilton, a capacitação é mais um momento para as pessoas conhecerem o sistema, que, apesar de novo na região, já vem sendo aplicado há mais de 20 anos em países como a Colômbia.

“Tive a oportunidade de viajar para a Colômbia e conhecer diversas fazendas que estão tendo sucesso com o sistema, por isso resolvi desenvolvê-lo na minha fazenda, adaptado à realidade local”, destaca.

O produtor ainda ressalta as vantagens do sistema silvipastoril para a região. “Tenho certeza que esse investimento vai melhorar não só o desempenho econômico e o bem estar dos animais, mas também contribuirá para reduzir o desmatamento, que sempre foi muito forte em Apuí. Trabalhando o manejo rotacionado não precisaremos abrir mais áreas para soltar o gado”, afirma.

Além da fazenda de Nilton, mais três propriedades estão em processo de implantação do Sistema Silvipastoril, com acompanhamento e assistência técnica de Idesam e ViaVerde. Para o próximo ano, estão previstas mais 7 capacitações com visitas de campo nas outras unidades demonstrativas.

Posts relacionados

Deixe um comentário