Semeando Sustentabilidade em Apuí

O Projeto Semeando Sustentabilidade em Apuí, idealizado pelo Idesam em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA), surgiu da necessidade de buscar uma nova lógica para o desenvolvimento ambiental, social e econômico do município. Ele irá fortalecer a gestão ambiental e capacitar a população no desenvolvimento de atividades econômicas produtivas e sustentáveis.

A primeira fase de ações vai até dezembro de 2012 e está baseada em três pilares principais: economia de base florestal e baixo carbono, produção sustentável e mecanismos financeiros para a conservação de florestas. O passivo ambiental que tem impedido a geração de novas oportunidades e inclusive de renda em inúmeras propriedades será recuperado por meio de atividades como criação de uma rede de sementes, melhores práticas de plantio, capacitação em propriedades rurais sustentáveis e estabelecimento de viveiros de mudas para viabilizar e incentivar a utilização de espécies nativas em áreas degradadas.

Após este primeiro passo ocorrerá a intensificação da pecuária. Através do manejo rotacional de pastagens e da utilização de sistemas silvipastoris (combinação de árvores, pastagem e gado numa mesma área de forma manejada e integrada, com o objetivo de incrementar a produtividade por unidade) espera-se identificar melhores alternativas para aumentar a produção, a rentabilidade da atividade e diminuir a pressão pela derrubada de novas áreas de floresta. Para fortalecer a prática da pecuária em Apuí serão implantadas unidades experimentais demonstrativas com modelos tecnicamente viáveis, sustentáveis do ponto de vista ambiental e economicamente atrativos.

 

  • A coleta de sementes vai gerar novos empregos e fonte de renda, disseminar práticas de conservação florestal e a educação ambiental;
  • A SEMMA-Apuí receberá todo apoio necessário para fortalecer e dinamizar a gestão de atividades florestais e de licenciamento rural. A ação envolverá a implantação de uma agenda ambiental e a capacitação de recursos humanos com o objetivo de disseminar atividades de manejo e recuperação florestal;
  • Nosso foco está voltado a um modelo de pecuária “verde” baseado em manejo e em recuperação de pastagens, que cause menos impacto no solo e traga mais qualidade à produção de gado. Quando a atividade é realizada desta forma ela gera ganhos ambientais, econômicos e sociais aos produtores. Os experimentos a serem instalados irão comprovar a viabilidade técnica e econômica de novos modelos de produção sustentável;
  • Se hoje a pecuária é uma das principais causas do desmatamento no município, com o Projeto Semeando Sustentabilidade em Apuí ela será motivo de reflorestamento, desenvolvimento sustentável e conservação do meio ambiente. Áreas de Preservação Permanente e de Reserva Legal poderão ser reflorestadas com espécies nativas, o que colaborará para a regularização das propriedades rurais e ainda trará alternativas para a geração de renda;
  • A pecuária, embora seja predominante em Apuí, não é a única opção de atividade produtiva. Capacitações de estudantes e campanhas de educação disseminarão a importância de outras fontes de renda baseadas na sustentabilidade, na redução do desmatamento e no fortalecimento da governança local;
  • Todas estas atividades serão executadas no Projeto de Assentamento Rio Juma (além de propriedades vizinhas) e são essenciais para a formulação de um plano de desenvolvimento sustentável em Apuí;
  • O plano de desenvolvimento sustentável segue a lógica de transformar Apuí em um “município verde”, o que poderá atrair programas governamentais e incentivos financeiros para a economia do município.

Em construção.

Notícias Relacionadas

Mapa de Atuação

Deixe um comentário