Publicação reúne recomendações para o avanço do REDD+ Jurisdicional

workshop-technical-exchange

Por Samuel Simões – 

Já está disponível no site do Idesam o relatório “South-South Exchange: Cross learning with Jurisdictional and Nested REDD+ in Amazonas, Brazil”, resultado final do evento Technical Exchange on Jurisdictional REDD+.

O intercâmbio, realizado em junho de 2013 em Manaus, reuniu especialistas de REDD+ (Redução de Emissões do Desmatamento e Degradação Florestal, mais conservação, manejo sustentável e aumento de estoques de carbono nas florestas) de diversos países para debater como desenvolver a ferramenta em níveis subnacionais.

O relatório traz uma divisão de temas conforme o proposto no evento, onde foram destacadas as abordagens para reduzir efetivamente as emissões provenientes de desmatamento e degradação florestal; as dificuldades políticas e arranjos institucionais necessários para a ferramenta e, finalmente, questões sobre monitoramento e estabelecimento de linhas de base.

Entre as principais alternativas propostas pelos especialistas estão a criação de fontes de financiamentos para atividades de REDD+, a elaboração de uma plataforma de troca de experiências e suporte técnico que envolva todos os atores.

Os presentes ainda apontaram que muitos conceitos gerais relacionados a REDD ainda precisam de melhor definição, assim como questões de repartição de benefícios, estabelecimento de padrões e construção de capacidade, que permanecem confusos.

“Eu acredito que os governos locais e jurisdicionais tem um papel crucial em completar as lacunas no desenvolvimento do REDD+. Espero que possamos continuar essa troca de informações, fornecendo soluções efetivas para os desafios relacionados ao REDD”, destaca Mariano Cenamo, secretário executivo adjunto do Idesam.

Posts relacionados

Deixe um comentário