GCF realiza treinamento sobre captação de recursos para REDD+

content image
GCF realiza treinamento sobre captação de recursos para REDD+

[:pt]Nos dias 25 e 26 de agosto, o GCF (Força-Tarefa de Governadores para o Clima e Florestas, na sigla em inglês) e o Idesam realizam a quarta edição do curso Treinamento em REDD+. O evento será realizado em Palmas, capital do Estado de Tocantins, e contará com a presença de representantes dos sete estados brasileiros que fazem parte da coalizão: Acre, Amazonas, Amapá, Mato Grosso, Pará, Rondônia e Tocantins.

O evento abordará o tema “captação de recursos para REDD+ (Redução de Emissões do Desmatamento e Degradação Florestal)” e tem como objetivo apresentar as tendências chaves no financiamento climático global e no Brasil, fornecendo ferramentas para a construção de estratégias concretas em cada um dos estados participantes.

De acordo com Luiza Lima, pesquisadora do Idesam e uma das organizadoras do evento, o objetivo é ampliar a capacidade técnica das secretarias estaduais de Meio Ambiente da Amazônia, permitindo que as mesmas possam apresentar propostas cada vez mais bem estruturadas e fundamentadas a potenciais financiadores.

A partir dos pontos fortes e experiências compartilhados, os participantes devem sair do evento com uma ideia clara dos próximos passos para a agenda de captação de recursos. “Os participantes devem elaborar ainda propostas de materiais de marketing, que serão desenvolvidos e refinados antes da COP21, que acontece em dezembro em Paris”, explica.

O Programa de Treinamento em REDD+ do GCF acontece desde 2013 e já foi sediado nas capitais Cuiabá, Macapá e Belém. Os eventos são organizados pelo Idesam – coordenador das atividades do GCF no Brasil – e realizados em parceria com o secretariado do GCF (Califórnia) e as secretarias de Meio Ambiente dos estados que integram o GCF no Brasil.

>> Cuiabá (MT) sedia curso sobre aperfeiçoamento em REDD+

>> GCF e Idesam realizam capacitação sobre REDD+ em Macapá

>> Estados brasileiros debatem cadeias produtivas e REDD+ em Belém (PA)

Além de trocar experiências sobre marcos regulatórios e políticas públicas, os participantes buscam cada vez mais nivelar os conhecimentos sobre REDD+ entre os estados. Temas como níveis de referência, sistemas MRV (Measurement, Reporting and Verification), programas jurisdicionais de REDD+ e cadeias produtivas sustentáveis já estiveram em pauta.

“A escolha da temática central é feita pelos próprios estados membros, a partir da identificação de lacunas de conhecimento nestas temáticas e também do estado atual de desenvolvimento de seus sistemas jurisdicionais”, explica Luiza.

[:]