Apuí discute problemática dos resíduos sólidos

residuos

Por Vanilse Constante, pesquisadora do Programa Mudanças Climáticas do Idesam

Nos dias 22 e 23 de abril, Apuí recebeu uma delegação do município de Novo Aripuanã, com representantes da Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal do Meio Ambiente, e uma comissão do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS). O objetivo da visita foi realizar a I etapa preparatória da região do Madeira da IV Conferência Nacional do Meio Ambiente – IV CNMA.

A secretaria municipal de administração de Apuí e representantes do setor comercial, associações, cooperativas, outras instituições, sociedade civil e catadores, participaram e deram contribuições diretas na construção da proposta da IV CNMA.

A Conferência será voltada para a discussão da Política Nacional de Resíduos Sólidos em quatro eixos: Produção e Consumo Sustentáveis, Redução dos Impactos Ambientais, Geração de Trabalho, Emprego e Renda, e Educação Ambiental.

Para saber mais sobre a Conferência, visite www.conferenciameioambiente.gov.br.

A experiência de Apuí

O município de Apuí lançou-se numa busca incessante por um município melhor. A procura por práticas de produção sustentável com menor impacto ambiental vem crescendo e está cada vez mais presente na consciência dos cidadãos apuienses.

Foi com satisfação que presenciei os relatos da sociedade nas discussões de como vem trabalhando para se tornar um município sustentável.

Algumas atividades do Idesam foram citadas como modelo dessa mudança de cenário. Nesse sentido, duas linhas de trabalho ganharam bastante destaque entre a população de Apuí: as unidades demonstrativas (UDs) de manejo rotacionado e as iniciativas de educação ambiental na capacitação dos professores locais.

A representante do setor comercial Jandira Marmentini lembrou a resistência de sua família em implantar uma UD em parceria com o Idesam. Como o lucro não era visto a curto prazo, a parceria foi feita, de início, com certa “desconfiança”. Hoje, com os resultados positivos, a família Marmentini só tem a comemorar. Agora eles são parceiros do Idesam na divulgação de que a atividade tem um grande retorno econômico, além dos benefícios ao meio ambiente.

As propostas sugeridas na IV CNMA foram embasadas em mudanças no comportamento da sociedade, com relação à geração, acondicionamento, dispersão e reutilização de resíduos produzidos no setor comercial, nas residências, escolas e outros estabelecimentos.

A criação de uma associação de catadores e a construção de um aterro sanitário também foram reivindicações dos presentes.

Essas propostas serão discutidas na próxima etapa de preparatória, que ocorrerá em Manaus com previsão para início do mês de junho.

Posts relacionados