Idesam apoia realização de evento sobre PSA e REDD+ no Acre

Idesam apoia realização de evento sobre PSA e REDD+ no Acre

O Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam) participa da oficina Ligando Comunidades Locais aos Mercados Ambientais, que ocorre no centro do CPI em Rio Branco, Acre. A Instituição apresenta sua experiência na implementação de projetos de PSA na Amazônia, com enfoque no Projeto de REDD+ da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Juma, no Sul do Amazonas. O Idesam é responsável pelo suporte técnico na elaboração do projeto de REDD+ da reserva, que está sendo implantado pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Governo do Estado do Amazonas e a rede de hotéis Marriott International.

A oficina, que ocorre entre os dias 16 e 20 de agosto, irá treinar líderes e agentes em temas relativos ao Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), especialmente os provenientes da redução das emissões do desmatamento e degradação (REDD+). O evento tem como foco a região do MAP (Madre de Dios no Peru, Acre e Pando na Bolívia), considerada uma área intacta de biodiversidade global com cerca de 20 milhões de hectares. Nesta região, o aumento do desmatamento se deve à extração ilegal de madeira, expansão da fronteira agrícola e desenvolvimento de infra-estrutura, incluindo a construção de uma rodovia transoceânica ligando a região MAP a portos dos oceanos Pacífico e Atlântico e mercados urbanos em toda a América do Sul.

Entre os temas abordados estão os elementos fundamentais dos mercados de carbono, água e biodiversidade, incluindo o contexto e lógica de PSA; o estado atual dos mercados e estratégias para a participação de comunidades locais; estudos de caso de programas de PSA de base comunitária, incluindo tanto sucessos como os obstáculos enfrentados e as etapas necessárias para elaborar e desenvolver um programa PSA. Os participantes também serão auxiliados no preparo de conceitos de projetos PSA.

Nosso interesse é engajar as comunidades nos mercados ambientais para que estas se beneficiem e aumente a probabilidade destes mercados serem bem sucedidos. Acreditamos que somente com a participação das comunidades locais é possível criar sistemas ou modelos de pagamento por serviços ambientais bem sucedidos e que também tragam a conservação da biodiversidade, explica Beto Borges, diretor da ONG Forest Trends, instituição organizadora do evento.

Idesam auxilia na organização do evento, juntamente com a Environmental Leadership and Training Initiative, SOS Amazônia, Centro de Trabalhadores da Amazônia (CTA), Secretaria de Meio Ambiente do Acre, Grupo de Trabalho Amazônico, WWF Brasil, Comissão Pró-Índio do Acre, Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia e o Woods Hole Research Center.

Serviço:
Dia: 16/08 ao 20/08
Local: Centro do CPI em Rio Branco

Sugestões de fontes:
Mariano Cenamo – Idesam
Celular: 92 81820891
e-mail: mariano@idesam.org.br

Beto Borges – Forest Trends
Celular ou telefone: (707) 400-6714
e-mail: bborges@forest-trends.org

Relacionados