Idesam realiza 1º Encontro de Café Agroflorestal em Apuí

encontro-cafe-agroflorestal-1

Nos dias 16 e 17 de outubro, o Idesam realizou o 1° Encontro Café Agroflorestal de Apuí. Com o objetivo de discutir a produção cafeeira no município, o evento promoveu uma intensa troca de experiências e aprendizados entre produtores, pesquisadores, técnicos e outros interessados no tema.

O evento integra as atividades do projeto “Café em Agrofloresta para o Fortalecimento da Economia de Baixo Carbono em Apuí”, realizado pelo instituto desde 2012, com apoio do Fundo Vale. A programação contou por palestras da Embrapa Rondônia, Imaflora, Via Verde e Inpa, que já trabalham no desenvolvimento do projeto.

De acordo com o engenheiro agrônomo Vinícius Figueiredo, pesquisador do Projeto Café, as palestras iniciais buscaram fazer uma contextualização do tema em Apuí e apresentar os resultados preliminares da iniciativa. O aumento da produtividade de café – com base na realidade local – e a implantação e manejo de lavouras clonais com a variedade BRS OURO PRETO também foram assuntos que ganharam destaque.

A CATIE, instituição de ensino e pesquisa com sede na Costa Rica, também participou do evento e trouxe experiências realizadas no país. Eles apresentaram as experiências consolidadas de produtores familiares na América Central e Latina com produção de café em agroflorestas, assim como aspectos teóricos e práticos sobre como diagnosticar, manejar e implantar o sombreamento de espécies arbóreas em cultivos agroflorestais.

encontro-cafe-agroflorestal-2

No segundo dia do evento, os participantes realizaram  visitas de campo a três propriedades que trabalham com o Idesam no município. Ao todo, 28 famílias já foram cadastradas como parceiras do projeto e já estão sendo beneficiadas. “Em campo, foi possível ver na prática os temas discutidos durante as palestras, com destaque para os processos de produção, poda, colheita, qualidade do grão, sombreamento”, destaca Figueiredo.

Também foram realizadas oficinas de compostagem e produção de biofertilizante com a participação do técnico florestal Marcelo Jacaúna, do Idesam.

encontro-cafe-agroflorestal-3

“Ficou claro o potencial de melhora na produção e qualidade do café em Apuí e o maior entendimento sobre como trabalhar o sombreamento das lavouras visando uma maior fertilidade dos sistemas e a diversificação dos produtos”, finaliza o engenheiro.

O evento contou com o apoio de parceiros do Idesam no Projeto Café: Prefeitura Municipal de Apuí, Instituto de Desenvolvimento Agropecuário Florestal Sustentável do Amazonas – IDAM, Centro Estadual de Unidades de Conservação – CEUC, Cooperativa Extrativista Florestal Familiar de Apuí – CEFFAP, Associação Ouro Verde, Viveiro Santa Luzia , GIZ, Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira – CEPLAC e Spot Image.

Posts relacionados

Deixe um comentário