DOE AGORA

Resinas e óleos amazônicos recebem certificação internacional

Resinas e óleos amazônicos recebem certificação internacional

Data: 28/09/2023
Veículo: Portal Amazônia
Foto: Nicolas Ribas/Idesam

Selo do Conselho de Manejo Florestal reconhece origem sustentável da produção feita por organizações sociais em parceria com o Idesam, no Amazonas.

Do Uatumã para o mundo: resinas e óleos amazônicos, além do Plano de Manejo Florestal Sustentável Comunitário para utilização de madeira legal, geridos pela Associação Agroextrativista das Comunidades da RDS do Uatumã (AACRDSU), passaram a ter um novo alcance a partir da aprovação da certificação florestal Forest Stewardship Council® (FSC®– Conselho de Manejo Florestal, em tradução livre – que completa um ano em 2023.

Com a conquista da certificação florestal, a associação alcançou novas oportunidades comerciais, o que potencializou o preço da madeira e da resina de breu em relação ao ano anterior, antes da certificação. Esta passou de R$ 4 para R$ 8, um aumento de 100%.
Em seu primeiro ano de funcionamento, a média do valor do metro cúbico da madeira comercializada pelo Plano de Manejo Sustentável Comunitário era de R$ 707,55. Em 2023, esse valor passou para R$ 1.246,37 por m³, ganho de 76%.O modelo de produção de produtos oriundos da floresta realizado por organizações sociais em parceria com o Idesam tem demonstrado a sustentabilidade desse tipo de economia a partir do fortalecimento de governança territorial e de procedimentos técnicos aliados ao conhecimento tradicional dos ribeirinhos e extrativistas.

Leia o conteúdo completo aqui

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relacionados