Premiações e Reconhecimentos

Desde que iniciou sua atuação, em 2005, o Idesam teve seu trabalho reconhecido diversas vezes, em diferentes esferas sociais. A seguir você confere os prêmios e concursos nos quais nossos projetos foram agraciados:

 

Prêmio Criando Valor Compartilhado (março de 2018) – O Idesam foi um dos seis finalistas do prêmio, com o Projeto Café em Agrofloresta, sendo a iniciativa brasileira de melhor colocação. O prêmio é uma iniciativa da Nestlé com apoio da Rede Ashoka;

Desafio Ambiental (setembro de 2017) – Realizado pela WWF Brasil, o concurso escolheu o Programa Carbono Neutro Idesam como um dos melhores projetos brasileiros;

Banco de Tecnologias Sociais da FBB (Setembro de 2017) – O Programa Carbono Neutro foi certificado como uma tecnologia social reconhecida pela Fundação Banco do Brasil e passou a integrar a plataforma da organização;

Reconhecimento do CMDRS (agosto de 2017) – Por meio de ofício, o Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável de Apuí reconheceu o mérito do trabalho do Idesam na luta pela conservação das florestas no sul do Estado do Amazonas;

Melhores ONGs (julho de 2017) – O Instituto Doar e a Revista Época classificaram o Idesam como uma das 100 melhores ONGs do país, considerando quesitos como Transparência e Comunicação (selo ao lado);

Honra ao Mérito (junho de 2017) – Por seu trabalho em prol do Desenvolvimento Sustentável do Amazonas, o Idesam recebeu uma homenagem da Caama/Aleam durante a ocasião da semana de Meio Ambiente;

Prêmio Gestão Ambiental no Bioma Amazônia (junho de 2016) – três iniciativas do Idesam foram habilitadas no Prêmio Gestão Ambiental do Ibam – Instituto Brasileiro de Administração Municipal.

Boas Práticas de ATER (dezembro de 2015) – Em iniciativa conjunto entre MDA, Incra e Anater, o Projeto Café em Agrofloresta foi agraciado com a premiação e participou de publicação de melhores práticas;

Honra ao Mérito (junho de 2015) – Em razão da comemoração de 10 anos do Idesam, a organização foi celebrada com a Honra ao Mérito, concedida pela Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Amazonas;

Certificado de Verificação VCS (2013) – Concedido pelo The Rainforest Alliance, em parceria com o Imaflora, o certificado atesta a verificação de que o Projeto de Carbono Florestal Suruí, do qual o Idesam foi responsável pela estruturação do projeto técnico, atende às exigências dos padrões internacionais do VCS – Verified Carbon Standards.

Certificado de Validação VCS (2012) – Prévio ao certificado de verificação, o  certificado de validação também se refere ao Projeto Carbono Florestal Suruí, validando o atendimento aos padrões VCS;

Mérito Ambiental (abril de 2012) – A partir dos trabalhos desenvolvidos na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã, o Idesam recebeu o Mérito Ambiental do IBDN – Instituto Brasileiro de Defesa da Natureza;

Prêmio Greenbest (2012) – Realizado pela Fundação Greenvana, o concurso elegeu as maiores ONGs ambientalistas do país. O Idesam foi um dos finalistas na competição.

Validação Ouro do CCBA (2008) – O Projeto de REDD+ do Juma, cuja proposta técnica foi elaborada pelo Idesam, recebeu a validação Ouro pelo CCBA sendo o primeiro projeto brasileiro a receber tal avaliação;

Prêmio Samuel Benchimol (2006) – O Projeto Apuí Mais Verde, idealizado pelo Idesam, foi o primeiro colocado na categoria ambiental do prêmio, concedido por MDIC e Basa.

Notícias Relacionadas

[lvca_posts_carousel posts_query=”size:12|order_by:modified|order:DESC|post_type:post|tags:246,520,522″ image_linkable=”true” display_title=”true” arrows=”true” autoplay=”true” autoplay_speed=”3000″ animation_speed=”300″ pause_on_hover=”true” display_columns=”3″ scroll_columns=”3″ gutter=”10″ tablet_display_columns=”2″ tablet_scroll_columns=”2″ tablet_gutter=”10″ tablet_width=”800″ mobile_display_columns=”1″ mobile_scroll_columns=”1″ mobile_gutter=”10″ mobile_width=”480″]