Projetos dependem da floresta em pé para gerar lucro na Amazônia