Encontro em Belém promove o engajamento do setor privado na conservação da Amazônia

07112019-_MG_9389

Evento reúne empresas e organizações da sociedade civil, abordando desafios da conservação na Amazônia e oportunidades de engajamento do setor privado

 

Por Comunicação Idesam (Com informações de assessoria)
Foto: Maycon Nunes/Comunicação PPA

 

O Seminário Parcerias do Setor Privado pela Conservação da Amazônia aconteceu em Belém, em 7 de novembro, promovido pela Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA). O evento contou com quatro grandes painéis estimulados por uma palestra de abertura sobre os desafios da conservação da região e oportunidades de contribuição do setor privado para agenda do desenvolvimento sustentável. Além disso, a programação também teve exposição de startups participantes do Programa de Aceleração da PPA, empreendimentos de diferentes partes da Amazônia que apresentam modelos de negócios inovadores e soluções de sustentabilidade para a região.

A programação trouxe grandes nomes ao debate e apresentou diferentes experiências do setor privado que têm contribuído na solução de desafios sociais e ambientais da Amazônia. A palestra de abertura ficou a cargo de Marcello Brito, CEO da Agropalma e presidente da Associação Brasileira do Agronegócio, ABAG. Brito abordou os “Desafios da conservação na Amazônia e oportunidades de contribuição do setor privado” para a plateia de convidados, composta por executivos, membros de organizações da sociedade civil e representantes comunitários.

O objetivo do Seminário é compartilhar experiências, desafios e oportunidades a partir de diferentes áreas de atuação, visando desenvolver agendas conjuntas e promover parcerias entre organizações atuantes na região.

As apresentações contaram com o apoio de mais de 30 empresas participantes da Plataforma, entre elas Agropalma, Beraca, Cargill, Hydro, Imerys, Natura, Sol Informática e Vale. Além das empresas, com atuação em relevantes segmentos produtivos nos cenários nacional e internacional, entre os membros da rede estarão presentes ainda importantes associações setoriais como ABAG, AIMEX e Simineral.

“Entendemos que o desenvolvimento local sustentável só é possível com colaboração, um dos valores da Hydro. Por isso, apoiamos e integramos fóruns como a Plataforma Parceiros pela Amazônia. Além disso, a empresa mantém investimentos sociais em 14 programas e iniciativas sociais em 6 municípios do Pará, um consórcio de Pesquisa em Biodiversidade (BRC) entre Brasil e Noruega com universidades e institutos dos dois países e atua no desenvolvimento de fornecedores locais. Esforços que refletem a estratégia de Responsabilidade Social Corporativa da empresa, alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU”, afirmou o diretor de sustentabilidade da Hydro, Domingos Campos.

Sobre a Plataforma Parceiros pela Amazônia:

A PPA é uma plataforma do setor privado que tem a missão de fomentar a construção de soluções inovadoras para o desenvolvimento sustentável da Amazônia. Composta por empresas, associações privadas e organizações da sociedade civil, catalisa investimentos e congrega esforços através de projetos conjuntos que promovem a conservação da biodiversidade, das florestas e dos recursos naturais amazônicos.

É liderada por empresas e conta com uma rede composta pelo Idesam (Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia), ECAM (Equipe de Conservação da Amazônia) e Instituto Peabiru, além de contar com o apoio da USAID (Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional) e do CIAT (Centro Internacional de Agricultura Tropical).

Posts relacionados

Deixe um comentário