FSC Brasil realiza seu primeiro evento com emissões de carbono neutralizadas

assembleia-FSC-2

Por meio do Programa Carbono Neutro Idesam, organização contribui com a recuperação de uma área de 4,2 mil metros quadrados na reserva do Uatumã

 

Com informações do FSC Brasil® 

 

A parceria entre Idesam e FSC Brasil já rende bons resultados no combate à degradação do meio ambiente, com a compensação de 105 toneladas de CO2. Por meio do programa Carbono Neutro Idesam, foi possível realizar o plantio de 351 árvores nativas na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã, onde a organização de origem alemã recuperou uma área de 4.212 metros quadrados do comunitário Aldemir Queiroz.

O resultado se tornou um dos destaques da Semana da Assembleia Geral FSC Brasil 2018, primeiro evento do FSC totalmente carbono neutro, e que acontece até esta sexta-feira (6/7), na McDonald’s University, em São Paulo. Além das reuniões do conselho diretor, conselho fiscal e comitê de resolução de conflitos, a semana contou com workshop de madeira controlada e discussões sobre temas prioritários.

A compensação de carbono contempla não só a produção do folder institucional, mas toda a campanha de comunicação batizada de “Florestas para Todos para Sempre”, da Semana da Assembleia Geral FSC Brasil 2018.

“Nosso maior objetivo, em todo o mundo, é conservar as florestas para as gerações futuras. E o propósito do Idesam é o mesmo”, afirma Aline Tristão, diretora-executiva do FSC Brasil. “Os benefícios da compensação de carbono vão muito além da aquisição do selo, da melhoria da imagem ou da oportunidade de novos negócios. Deve-se incluir nessa lista a geração de renda para comunidades tradicionais, a conservação da biodiversidade brasileira e uma mudança de comportamento. E o FSC quer fazer a sua parte dando o exemplo”, completa Tristão.

Para o diretor-executivo do Idesam, Carlos Gabriel Koury, a parceria é extremamente positiva e representa “mais um exemplo prático dos compromissos socioambientais do FSC e do Idesam”.

O Programa Carbono Neutro Idesam prevê a compensação de emissões de gases de efeito estufa, através da implantação de Sistemas Agroflorestais (SAF) em áreas degradadas da RDS do Uatumã. Como esses sistemas combinam espécies arbóreas e cultivos agrícolas, a produção do agricultor se torna otimizada e mais diversa, além de garantir o uso mais eficiente dos recursos naturais.

Para encontrar informações referentes à neutralização do FSC Brasil, clique aqui.

Posts relacionados

Deixe um comentário