Idesam contrata empresa para ministrar oficinas em Lábrea (AM)

apresenta-projeto


Atuação será no ‘Cidades Florestais’, que promove o uso múltiplo e sustentável de recursos da floresta

O Idesam está com seleção aberta para contratação de uma consultoria que irá organizar e ministrar oficinas de apresentação do Projeto Cidades Florestais, no município de Lábrea (AM). A primeira das duas oficinas previstas será realizada no dia 2 de agosto de 2018 e ambas devem ser elaboradas para um público estimado de 30 pessoas.

Para este serviço, o Idesam busca pessoa jurídica, com experiência no desenvolvimento de projetos relacionados a cadeias produtivas florestais e à organização comunitária na Amazônia. Os trabalhos serão realizados entre os meses de julho e agosto.

O público-alvo das oficinas é formado por associados das organizações locais de Lábrea (ASPACS e APADRIT), representantes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), representantes locais do Instituto de Desenvolvimento Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), das secretarias municipais de Meio Ambiente e de Produção Rural, além das representações da Funai e de organizações locais indígenas, movelarias e serrarias.

A empresa interessada deve acessar o Termo de Referência neste link encaminhar sua proposta de orçamento para o endereço eletrônico indicado no TDR, com o assunto “proposta Oficina Lábrea – Cidades Florestais”. A proposta precisa contemplar todos os custos logísticos da empresa, de realização das oficinas e do valor referente aos honorários da equipe.

Sobre o Cidades Florestais

O Projeto Cidades Florestais é apoiado pelo Fundo Amazônia, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e tem como propósito apoiar a produção em pequena escala de madeira e óleos vegetais de origem familiar e comunitária em Silves, Itapiranga, São Sebastião do Uatumã, Silves, Apuí, Carauari, Lábrea, Maués e Boa Vista do Ramos.

O fomento à produção extrativista de uso múltiplo de madeira e óleos se dá por meio da implantação de uma plataforma digital e aplicativo de apoio à gestão da produção comunitária. Além disso, o Idesam realiza um trabalho de inserção de novos equipamentos e maquinários para a atividade florestal, a elaboração de planos de manejo florestais, instalação de duas novas mini usinas e apoio estrutural a outras três já existentes.

O projeto Cidades Florestais é tocado pelo Idesam (Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia), um organização não-governamental sem fins lucrativos, com sede em Manaus (AM). Desde 2006, o Idesam trabalha para promover a redução do desmatamento, a conservação florestal, a erradicação da pobreza e o desenvolvimento sustentável na Amazônia

Posts relacionados

Deixe um comentário