Maués ganha ‘jornal’ sobre ações da Aliança Guaraná

jornal-agm

O ‘Jornal Aliança’ é uma iniciativa independente dos membros da Aliança Guaraná de Maués e será distribuído a cada dois meses no município, de forma gratuita

Por Henrique Saunier

 

As conquistas e metas da Aliança Guaraná de Maués (AGM) agora podem ser acompanhadas em um informativo bimestral, que já circula no município amazonense. Com tiragem inicial de 1.000 exemplares, o Jornal Aliança nasce como um espaço onde a população mauesense vai poder ficar por dentro de todas as ações da rede, por meio de notícias e reportagens especiais produzidas especialmente para a publicação.

Nesta primeira edição, os leitores poderão conhecer a fundo a proposta da AGM, realizada através de uma rede que integra várias organizações locais, grupos culturais e instituições de apoio. Além do panorama geral das ações da AGM, o Jornal Aliança traz matérias específicas do que tem sido discutido e realizado pelos grupos de trabalhos (GTs) criados pela rede, divididos nos temas Educação, Turismo, Produção Sociocultural e Produção Sustentável.

Atualmente, os GTs já cumprem uma agenda de reuniões e debates que foram traduzidos em propostas práticas ao desenvolvimento de diversos setores do município, em especial à cadeia produtiva do Guaraná. Os GTs são responsáveis por sugerir e ajudar a implantar ações que contribuam para a evolução de Maués, buscando a valorização biocultural e a melhoria na qualidade de vida da população.

Um dos destaques na publicação são as atividades realizadas pelo GT Produção Sustentável, com uma matéria que traça um diagnóstico da produção de guaraná em Maués e as principais demandas dos agricultores para melhorias na cadeia produtiva, principalmente no que diz respeito às práticas sustentáveis e de comercialização.

Para o coordenador técnico do Idesam, Eric Brosler, a Aliança é um movimento que precisa ser divulgado, para que a população saiba todo o trabalho que tem sido feito no município. “A Aliança Guaraná de Maués é um esforço coletivo, os trabalhos têm sido feitos, com várias iniciativas interessantes buscando uma forma diferenciada de olhar para o todo e trazer sustentabilidade. Com o jornal, a gente pode divulgar essas ações, agregando mais parceiros e membros que queiram unir forças para trazer essas melhorias ao município”, salienta Brosler.

O Jornal Aliança também traz a seção fixa “Eu Sou Maués”, um espaço dedicado a valorizar histórias inspiradoras de moradores do município e sua contribuição para a construção da cidade que eles querem para o futuro.

“À medida que damos visibilidade às ações, mostrando os resultados, cada vez mais a Aliança vai ganhando um espaço e importância, e as pessoas conseguem reconhecer que ela tem criado resultados positivos. A nossa vontade é que as pessoas vejam e queiram fazer parte disso”, afirma a engenheira agrônoma da AmBev, Miriam Frota.

O jornal também está disponível, em versão digital, na biblioteca do Idesam.

O Idesam é a organização responsável pela mobilização da AGM, trazendo sua experiência de 13 anos com projetos sustentáveis na Amazônia. O fundo que garante a manutenção da Aliança Guaraná de Maués foi criado pelas organizações AmBev e USAID. Os recursos tornam possíveis as atividades propostas nos grupos de trabalho, com possibilidade de captação de investimentos de novos parceiros.

Posts relacionados

Deixe um comentário