DOE AGORA

Gargalos e oportunidades na cadeia da Castanha-do-brasil

Biblioteca

Gargalos e oportunidades na cadeia da Castanha-do-brasil



Este estudo faz parte do projeto “Destravando Investimentos Florestais via Programa Prioritário de Bioeconomia – PPBio”, financiado pelo Partnerships for Forests (P4F). O Partnerships for Forests (P4F) é um programa de oito anos financiado pelo governo do Reino Unido por meio do Departamento de Desenvolvimento, Negócios Estrangeiros e Commonwealth (Foreign, Commonwealth & Development Office, FCDO). Na América Latina, ele opera no Brasil, na Colômbia e no Peru, implementado pelas consultorias Palladium e Systemiq. Sua elaboração também teve apoio do projeto Bioeconomia e Cadeias de Valor, desenvolvido no âmbito da Cooperação Brasil-Alemanha para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da parceria entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Deutsche Gesellschaft fürInternationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH, com apoio do Ministério Federal da Cooperação Econômica e do Desenvolvimento (BMZ) da Alemanha.

O Programa Prioritário de Bioeconomia é um instrumento do Ministério da Economia do Governo Federal brasileiro através da SUFRAMA (Superintendência da Zona Franca de Manaus) o qual o Idesam, por meio de um edital público, tornou-se coordenador, com o objetivo de promover investimentos em projetos e negócios de Bioeconomia na Amazônia através das obrigações de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação das indústrias do Polo Industrial de Manaus. Nesse contexto, o Idesam, junto ao Impact Hub Manaus, realizou esse estudo sobre a cadeia de valor da castanha-do-brasil, a fim de demonstrar que o tamanho da oportunidade existente na região por meio dessa cadeia é proporcional ao tamanho da complexidade que ela carrega, com gargalos desde a germinação até o chegar ao consumidor final.

Baixar

Relacionados

WordPress Lightbox Plugin