Apuí (AM) e Paragominas (PA) trocam experiências sobre desmatamento, pecuária sustentável e Cadastro Ambiental Rural

O IDESAM realiza, entre os dias 17 e 19 de maio, o “Intercâmbio Apuí-Paragominas”. A atividade faz parte do Projeto Semeando Sustentabilidade em Apuí e tem como objetivo promover a troca de experiências sobre atividades relacionadas à gestão ambiental municipal, como o Cadastro Ambiental Rural (CAR), desmatamento e ICMS Ecológico.

Uma equipe formada por pesquisadores do Instituto, representantes dos sindicatos de trabalhadores de Apuí, prefeitura e secretarias municipais viaja até Paragominas, no Pará, onde serão feitos diversos encontros com representantes locais e visitas a propriedades-modelo em práticas sustentáveis na pecuária.

O município de Apuí, localizado no sul do Amazonas, vem se tornando gradativamente um dos maiores desmatadores do Estado. De acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) já ocupa o terceiro lugar entre os mais desmatados, atrás apenas de Lábrea e Boca do Acre. A evolução do desmatamento tem como principais causas a falta de alternativas para atividades sustentáveis, grilagem de terras, burocracia, lentidão para licenciamento de planos de manejo e expansão inadequada da pecuária.

Paragominas, por outro lado, é referência na implantação do CAR (Cadastro Ambiental Rural) e em boas práticas agropecuárias. Recentemente, o município paraense foi retirado da lista vermelha do desmatamento de 2011 pelo Ministério do Meio Ambiente. As experiências do município na gestão ambiental são de grande relevância para Apuí, que necessita urgentemente reverter seu cenário atual de altas taxas de desmatamento.

Posts relacionados

Deixe um comentário