DOE AGORA

Em parceria com Fundação Banco do Brasil, ‘Regatão do Bem’ distribui cestas com produtos da agricultura familiar

Em parceria com Fundação Banco do Brasil, ‘Regatão do Bem’ distribui cestas com produtos da agricultura familiar

A atividade foi realizada por meio da ação ‘Brasileiros pelo Brasil’ e permitiu às mais de 3.000 famílias beneficiadas acesso a produtos orgânicos.

 

Por Assessoria
Foto: Onisafra

 

A persistência da pandemia de COVID-19 e seus impactos negativos, principalmente para as populações mais vulneráveis, incentivaram a continuidade da campanha Regatão do Bem, do Idesam. Criada em maio de 2020 para distribuir cestas, medicamentos e itens de higiene para comunidades amazônicas, a campanha fechou o ano de 2021 com mais uma ação, doando 3.200 cestas entre população indígena e famílias em vulnerabilidade social.

A ação foi possível graças a uma parceria do Idesam com a Fundação Banco do Brasil (FBB), que doou R$ 500 mil para várias organizações, em diversos estados do país, como ação de combate à pandemia. A parceria entre Idesam, FBB, Rema e Onisafra possibilitou a doação de aproximadamente 50 toneladas de alimentos.

De acordo com Marina Reia, que coordenou a ação pelo Idesam, a atividade terá uma segunda etapa prevista para os meses de fevereiro e março.

 

“A ação tem papel fundamental no processo de acesso a alimentação de qualidade e que possibilita segurança alimentar para a população atendida. A aquisição dos alimentos da agricultura familiar gera renda para as famílias em um momento ainda crítico da nossa economia”

– Paola Bleicker, diretora executiva do Idesam

 

A atividade contou ainda com importantes parcerias na sua execução. Uma delas foi a Rede Maniva de Agroecologia, que congrega agricultores agroecológicos e orgânicos do estado, pois além dos alimentos básicos, como arroz e feijão, as cestas distribuídas levaram itens como café agroflorestal (Café Apuí), guaraná orgânico de Maués, farinha da ASPROC (Associação dos Produtores Rurais de Carauari), além de diversos hortifrutis orgânicos da agricultura familiar de três associações de produtores orgânicos.

 

 

Macaulay Souza, CEO e fundador da start-up Onisafra, parceria na seleção e distribuição dos produtos, destacou a importância de unir esses dois elos, gerando benefícios mútuos tanto para famílias que receberam as cestas, como para as famílias que produzem os itens distribuídos.

 

“Nós estamos entregando produtos produzidos localmente por outras famílias na região. Então, além de promover a segurança alimentar para quem está recebendo esses alimentos, essa ação promove a geração de renda para os agricultores envolvidos”

– Macaulay Souza, CEO e fundador Onisafra

 

Entre as organizações que foram atendidas nesta etapa estão: Associação de Mulheres Indígenas Sateré-Mawé; Comunidade Indígena Kokama; Comunidade multiétnica indígena Parque das Tribos; Instituto Ágape; Instituto Filadélfia da Amazônia; Centro Social São Benedito; Casa MIGA de Acolhimento LGBT; Centro de Medicina Indígena e Associação Scalabrini a Serviço. Todas foram selecionadas a partir do cadastro junto à Prefeitura de Manaus, por meio do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS).

Em relação aos agricultores, o empreendedor destaca que cerca de 50 famílias foram diretamente beneficiadas pela ação, com uma renda de aproximadamente R$ 350 mil atribuídas a essas comunidades.

“Devido ao trabalho junto às cooperativas e associações, esse impacto atingiu muitas outras famílias, uma vez que esses produtos [contidos na cesta] tem um potencial de contribuição muito grande para as famílias que fornecem e também para os empreendimentos e agroindústrias que beneficiam ou participam das cadeias de valor desses produtos”, explica.

 

Regatão do Bem

A campanha visa arrecadar alimentos a famílias em localidades mais afastadas da Amazônia, como é o caso de comunidades do interior de Lábrea e de Apuí, que vivem principalmente do extrativismo sustentável e estão com suas fontes de renda prejudicadas pela pandemia da COVID-19.

Para isso, o Idesam mobilizou influenciadores digitais, parceiros institucionais e empresas para levantar doações de alimentos e outros itens essenciais para essas comunidades. Para saber mais sobre a campanha e seus impactos, acesse a página https://idesam.org/regataodobem/

WordPress Lightbox Plugin