DOE AGORA

Idesam promove live especial no TikTok em parceria com o Catraca Livre

Idesam promove live especial no TikTok em parceria com o Catraca Livre

Atividade contribuiu para a campanha  ‘Uma Só Terra’, da Organização das Nações Unidas (ONU)

 

Por Assessoria

 

Em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, o Idesam realizou a sua primeira live no TikTok, com o time do Catraca Livre. Com o tema “A importância das ONGs para o cuidado com o meio ambiente”, a atividade foi realizada no dia 6 de junho, com a participação da gestora ambiental Marina Reia, líder dos projetos do Idesam em Apuí. É uma das ações de fortalecimento da presença do Idesam nessa rede social, iniciada em 2021 em uma campanha feita com a cantora Gaby Amarantos.

O tema principal do debate foi a atuação do instituto em Apuí, uma trajetória de mais de 10 anos, focada em atividades pautadas no desenvolvimento de cadeias de valor de base sustentável, como o projeto Café em Agrofloresta, o braço de restauração florestal e ações com pecuária silvipastoril. A mediação do debate foi realizada pelo jornalista Márcio Diniz.

Durante a live, Mariana destacou o papel do Idesam em Apuí. “Tem como papel apoiar as comunidades tradicionais, a agricultura familiar no desenvolvimento de atividades capazes de manter o habitat natural”, disse.

Um dos assuntos abordados foi o alto índice de desmatamento no Amazonas, que tem liderado os rankings de desmatamento nacional e como a conservação das florestas é possível por meio daqueles que a destroem. “Da mesma forma que o ser humano pode ser um agente da degradação, ele também é o agente da conservação”, comentou Marina.

Essa conservação é o que o Idesam promove ao apoiar as comunidades a se manterem em atividades sustentáveis, apresentando alternativas que podem coexistir com outras cadeias. Mariana destacou essa como uma das estratégias principais no trabalho da organização. “Se a comunidade não sente a percepção na melhoria de vida delas, não adianta apoiar ou levar ideias, porque estamos falando de famílias que se não tiram o sustento do café com a agrofloresta com o café, vão tirar, eventualmente, derrubando a floresta para fazer carvão. É o homem no limite da sobrevivência, não é possível condenar uma família isolada no meio da floresta”, disse. 

 

 

O movimento crescente de consumo saudável também foi pauta do encontro virtual. Os participantes demonstraram o quanto ele é benéfico para as comunidades, e isso mantém as pessoas da floresta na floresta, sem a necessidade de desmatar novas áreas de mata. Elas mantêm a floresta em pé porque não precisarão implementar outras alternativas de renda que não estão de acordo com a dinâmica ambiental da região.

Mariana também comentou sobre a importância das redes sociais e seu papel de comunicação que atinge todos os meio e todas as classes, podendo por meio dela alcançar pessoas em seus mais diversos locais que estejam interessadas na conservação ambiental. “O papel das redes sociais é crucial para que a rede de proteção da Amazônia se fortaleça”, afirmou.

A live fez parte da campanha Uma Só Terra, idealizada pelo Programa para o Meio Ambiente da ONU, cujo objetivo foi uma ação coletiva e transformadora em escala global para celebrar, proteger e restaurar nosso planeta. Os resultados de alcance na plataforma deram mais destaque para a pauta ambiental: a hashtag #UmaSóTerra alcançou 50 milhões de visualizações até junho de 2022.

Para assistir ao registro da live, os interessados podem acessar o canal do Idesam no Youtube, youtube.com/idesanico.

WordPress Lightbox Plugin