DOE AGORA

Idesam recebe certificado de ‘Transparência e Boas Práticas Sociais’

Idesam recebe certificado de ‘Transparência e Boas Práticas Sociais’

 

Por Assessoria
Foto: Arquivo Idesam

 

Reforçando ações de transparência e governança, o Idesam obteve, no último mês de maio, a renovação de sua certificação de ‘Transparência e Boas Práticas Sociais’, conferida pelo Phomenta, instituição que representa o Brasil no Comitê Internacional de Agências que monitoram OSCs no mundo (ICFO – International Committee on Fundraising Organizations). A certificação já havia sido obtida entre os anos de 2018 e 2020 e agora é renovada para mais um biênio, uma vez que o certificado é válido até maio de 2024.

A obtenção do selo é resultado de um longo processo de análise de aproximadamente 40 critérios distribuídos em cinco pilares: Jurídico, Financeiro, Gestão e Governança, Potencial de Impacto e Comunicação e Transparência. Após uma fase de coleta e envio de documentos, iniciada em março deste ano, e a posterior análise destes arquivos pela equipe Phomenta, o Idesam alcançou os parâmetros necessários para a certificação. 

Paola Bleicker, diretora executiva do Idesam, considera muito positiva a avaliação da organização: “Essa certificação comprova a eficiência e comprometimento da gestão do instituto. Estamos colhendo os resultados de anos de esforço e empenho para que o trabalho do Idesam seja levado com seriedade e confiança por parte dos doadores”, comemora.

 

 

Dentre os pilares, um dos destaques foi ‘Comunicação e Transparência’, que possui, ao todo, 13 critérios; todos atendidos pelo Idesam. Entre os critérios constam a divulgação de principais frentes de atuação em site e/ou redes sociais; presença de um canal de doação, a publicação anual do Demonstrativo de Resultado do Exercício (DRE), e ainda a divulgação dos parceiros e financiadores atuais nos canais oficiais de Comunicação.

A comunicação do Idesam tem como objetivos principais transformar dados e informações em narrativas consistentes, mobilizadoras e engajadoras que ajudem a mobilizar diferentes públicos de interesse e também a mobilizar recursos para a implementação do propósito do Idesam via projetos e iniciativas. “O site do Idesam, por exemplo, é um repositório de conteúdos para disseminar informações e conhecimento sobre a Amazônia, além de evidenciar o trabalho transparente e responsável que realizamos”, acentua Larissa Mahall, especialista de Comunicação do Idesam.

O instituto também ganhou pontuação máxima nos temas ‘Jurídico’ e ‘Potencial de Impacto’, com, respectivamente, cinco e quatro critérios plenamente atendidos. No campo de impacto, a Teoria da Mudança 2022, recém-lançada pelo instituto, teve papel fundamental na avaliação positiva. “A OSC sabe quais transformações deseja causar no seu público ou comunidade alvo e possui isso organizado em um documento”, afirma o documento. 

Conforme Daiany França, líder de Dados e Impacto da Phomenta, obter a certificação é uma conquista que reflete a correta utilização dos recursos e a transparência na relação com a comunidade.

 

“O processo de certificação é rigoroso e avalia a atuação das ONGs sob diversos aspectos, como a gestão financeira, a relação com investidores, a forma da organização gerir seus grupos de voluntários e até mesmo como é a comunicação nas redes sociais”

Daiany França, líder de Dados e Impacto da Phomenta

 

O certificado, além de orientar sobre boas práticas de governança, reforça a busca contínua por melhorias na gestão dos recursos obtidos. “Queremos que as pessoas e instituições que doam para o Idesam tenham cada vez mais tranquilidade, entendendo que os recursos serão aplicados de forma responsável e eficiente na implementação da missão do Idesam; gerando impactos positivos também para os nossos beneficiários”, indica Paola.

WordPress Lightbox Plugin