DOE AGORA

Observatório BR-319 lança novo site com mais informações e ferramentas de monitoramento da rodovia

Observatório BR-319 lança novo site com mais informações e ferramentas de monitoramento da rodovia

Espaço disponibiliza linha do tempo com marcos históricos, documentos, fotos e publicações oficiais relacionadas à BR-319

 

Por Observatório BR-319
Arte: Divulgação

 

O novo site do Observatório BR-319 (OBR-319), rede de organizações da sociedade civil que atua na área de influência da rodovia, já está no ar totalmente reformulado. Agora mais leve, intuitivo e dinâmico, o maior repositório de informações sobre a BR-319 disponibiliza documentos, publicações técnicas e científicas, atas de reuniões, monitoramentos de desmatamento e focos de calor, informações atualizadas a respeito do processo de licenciamento e obras na rodovia, e muito mais.

Um dos destaques do site é a Linha do Tempo, ferramenta que mostra, em ordem cronológica, os principais acontecimentos que marcaram a história da BR-319 desde a década de 1970 até os dias de hoje. Nela, o público pode acessar documentos, fotos e publicações oficiais sobre o licenciamento ambiental e outros assuntos relacionados à rodovia. 

O site também tem um Mapa Interativo, que apresenta os 13 municípios, 69 Terras Indígenas (TI) e 42 Unidades de Conservação (UC) monitorados pela rede, além de dados e informações sobre os locais. Os monitoramentos de desmatamento e focos de calor também podem ser acompanhados pelo site. O OBR-319 faz um recorte dos dados da Amazônia Legal, dos estados do Amazonas e de Rondônia, e dos municípios, TIs e UCs monitorados pela rede.
De acordo com a secretária executiva do OBR-319, Fernanda Meirelles, a reformulação do site tem o objetivo de viabilizar o acesso à informação para as comunidades que vivem na área de influência da rodovia e que são as principais impactadas pela pavimentação e recuperação do Trecho do Meio da BR-319. 

“Uma das linhas estratégicas de atuação do Observatório é a transparência e o acesso à informação sobre os assuntos relacionados à rodovia, e o site é fundamental para viabilizar essa estratégia. Compreendemos que um dos caminhos para salvaguardar os direitos dos povos da floresta e a conservação dos recursos naturais é por meio da informação, objetiva e acessível. Essa é a nossa missão enquanto rede”, explica Fernanda.

Além disso, no site do OBR-319 o público encontra notícias sobre acontecimentos importantes da área de influência da rodovia, todas as edições do Informativo Observatório BR-319, podcasts, vídeos, fotos, notas técnicas, artigos científicos, planos de manejo e gestão de Áreas Protegidas, situadas na região de influência da BR-319. Acesse www.observatoriobr319.org.br e confira.

O Observatório BR-319 tem apoio financeiro da Fundação Betty e Gordon Moore e é formado pelas organizações: Casa do Rio, CNS (Conselho Nacional das Populações Agroextrativistas), Coiab (Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira), FAS (Fundação Amazônia Sustentável), Fundação Vitória Amazônica (FVA), Greenpeace Brasil, Idesam (Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia), Operação Amazônia Nativa (Opan), IEB (Instituto Internacional de Educação do Brasil), Transparência Internacional, WCS Brasil e WWF-Brasil.

WordPress Lightbox Plugin