Semana da Agricultura Familiar de Maués reforça troca de conhecimentos

semana-snao-maues

O evento acontece junto da Semana Nacional do Alimento Orgânico, entre 8 e 11 de agosto

 

Por Henrique Saunier

 

A primeira edição da Semana da Agricultura Familiar vai desembarcar em Maués (AM), com uma programação de quatro dias repleta de conhecimentos sobre o setor primário. Realizada em conjunto com a Semana Nacional do Alimento Orgânico, no período de 8 a 11 de agosto, o evento é um oportunidade de realizar um intercâmbio entre estudantes, agricultores e instituições que atuam no segmento no interior do Estado.

A Aliança Guaraná de Maués (AGM) é uma das organizadoras da Semana, em parceria com a Comissão de Produção Orgânica do Amazonas (CPOrg), atualmente presidida pelo Idesam. Entre as ações previstas na programação, está incluída uma instrução sobre políticas públicas e de documentação aos agricultores, uma demanda trazida pelos próprios produtores locais, conforme aponta o coordenador técnico da AGM, Eric Brosler. O evento também conta com apoio da Prefeitura de Maués e da Secretaria de Produção Rural (Sepror) local.

“A agricultura familiar necessita de investimentos e formas de compras que garantam a renda, então a informação e acesso às políticas públicas é inevitável. A divulgação está ocorrendo na feira e principalmente na rádio. O município (de Maués) tem 12 polos e todos estão convidados para esse evento”, ressaltou Brosler.

Na Comunidade São Raimundo do Mutuca, um dos locais que irá receber programação da Semana, haverá um intercâmbio sobre práticas sustentáveis com alunos, agricultores e técnicos, com dinâmicas de grupos e trocas de experiências sobre criação agroecológica de animais, entre outros temas.

Já o Instituto Federal do Amazonas (IFAM) em Maués vai concentrar o maior número de atividades, com diversas oficinas como a de aproveitamento de resíduos orgânicos e de biofertilizantes, além de relatos de experiências sobre diferentes culturas, incluindo a do guaraná e de criação de peixes.

A programação se encerra no dia 11 de agosto, na Feira do Produtor de Maués, com barracas dos principais órgãos públicos para tirar dúvidas e prestar informações aos produtores sobre acesso a financiamentos, indicações geográficas do guaraná, saúde e aproveitamento de alimentos locais.

De acordo com Brosler, muitos produtores já têm experiências práticas de cultivo e organização que são efetivas por estarem adaptadas à realidade local, no entanto, o evento se mostra uma oportunidade para juntar técnicos e estudantes que também possam compartilhar conhecimento, “sempre buscando melhorias no setor primário, principalmente em práticas sustentáveis que tragam qualidade de vida para essas famílias de agricultores que moram no meio rural”.

Posts relacionados

Deixe um comentário