Idesam recebe “Mérito Ambiental” por trabalho desenvolvido na RDS do Uatumã

homenagem-IBD-Meio-Ambiente

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Na última quinta-feira (19), durante a 6ª Conferência Latino Americana de Preservação do Meio Ambiente, o Idesam recebeu o Certificado Mérito Ambiental 2012 do Instituto Brasileiro de Defesa da Natureza (IBDN). O reconhecimento veio em função do trabalho que o instituto desenvolve desde 2006 na RDS (Reserva de Desenvolvimento Sustentável) do Uatumã, onde atua como co-gestor, implantando uma série de atividades para o desenvolvimento sustentável e o bem-estar das comunidades ribeirinhas locais.

Durante a entrega do certificado, o presidente da Comissão do Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Luiz Castro, destacou outros trabalhos desenvolvidos pelo Idesam além das ações desenvolvidas da Reserva do Uatumã.

 

“O que é interessante no trabalho do Idesam é que eles associam a proteção ao meio ambiente ao desenvolvimento de alternativas para a economia local. Em Apuí estão fazendo um trabalho de reordenamento da pecuária e também contribuíram com o primeiro trabalho concreto com os Suruís em relação ao sequestro de carbono”, disse Castro, se referindo respectivamente aos projetos Semeando Sustentabilidade em Apuí e Carbono Florestal Suruí.

De acordo com o Secretário Executivo do Idesam, Carlos Gabriel Koury, o certificado pode incentivar o desenvolvimento de novas atividades na reserva. Ele espera que mais atores se envolvam na execução das ações, seja por uma maior presença do órgão gestor, seja pela participação de outras instituições. “É uma satisfação muito grande receber esse reconhecimento pelo trabalho desenvolvido na RDS do Uatumã. Esperamos cada vez mais aumentar os benefícios aos moradores, melhorando a qualidade de vida e proporcionando geração de renda a partir de práticas agroextrativistas de baixo impacto ambiental e com maiores resultados”, disse.

Para o engenheiro Eduardo Rizzo, coordenador do Programa Unidades de Conservação do Idesam, muitas ações já foram desenvolvidas, mas ainda há muito a ser feito e a efetiva implementação da RDS do Uatumã não pode ser resultado do trabalho de apenas uma instituição. “O Idesam acredita que as Unidades de Conservação, além de contribuir com a conservação da Amazônia e do clima do Planeta, tem o potencial de ser um grande catalizador de programas de desenvolvimento local que movimentem a economia dos municípios a partir de práticas sustentáveis de baixo impacto ambiental”, frisou.

Também receberam o Certificado de Mérito Ambiental o desembargador Manuel Neuzimar Pinheiro, pela portaria de criação da Vara especializada do Meio Ambiente e de Questões Agrárias do Estado do Amazonas; e o Movimento SOS Encontro das Águas, que tem papel fundamental na defesa e no recente processo de tombamento do Encontro das Águas.

Leave a comment