(Português do Brasil) Marca sueca escolhe Idesam para dividir prêmio de moda sustentável

farm-ecoera

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Por Henrique Saunier

 

O Idesam foi a ONG escolhida pela marca de roupas sueca Nudie Jeans para dividir o prêmio de US$ 6 mil, fruto da primeira edição do concurso mundial Sustainable Fashion Awards (SFA). A loja foi premiada por seu trabalho pela produção de peças com material 100% orgânico e decidiu reconhecer o Idesam entre diversas instituições parceiras, por seu trabalho em projetos de mitigação das mudanças climáticas.

Promovido pelas empresas Jak & Jil, Mucca Shop, Shoes for You e Shoe Lover, o concurso foi aberto a estilistas e marcas (emergentes ou profissionais) de qualquer país, oferecendo prêmios para incentivar iniciativas que de fato tenham propostas sustentáveis na sua operação, como peças feitas à mão, produção local, desenvolvimento de comércio equitativo, design inteligente, zero desperdício de tecidos e proteção ao bem-estar animal. Fatores como a utilização de materiais orgânicos, reciclados ou transformados e a avaliação de todo o ciclo de vida dos produtos também foram levados em consideração pelo júri especializado.

No vídeo em que agradece o prêmio recebido, a gerente de sustentabilidade da Nudie Jeans, Sandya Lang, ressaltou a escolha do Idesam para dividir o reconhecimento no concurso. “Nós escolhemos indicar a ONG Idesam pelo trabalho deles na região amazônica. Eles possuem diversos projetos muito interessantes para mitigar as mudanças climáticas e é uma instituição de credibilidade”, destacou Lang, citando ainda a auditoria independente realizada anualmente pelo instituto.

Uma das criadoras do prêmio, Ceres Yohanna acredita ser importante reconhecer o trabalho que vem sendo desenvolvido por ONGs, marcas, profissionais e pessoas anônimas ao redor do mundo e que “quando se fala em sustentabilidade na moda, é preciso se referir a todos os processos envolvidos na produção de cada peça”, além de remuneração justa e uso de materiais orgânicos ou reciclados.

Para a diretora executiva do Idesam, Paola Bleicker, o prêmio é um importante reconhecimento do trabalho que a organização desenvolve ao longo de 14 anos. “Ficamos muito felizes em receber a notícia que o Idesam foi escolhido entre tantas organizações igualmente sérias e que se preocupam com o futuro da Amazônia. Esse prêmio vai ajudar a fortalecer ainda mais as ações dos projetos que o Idesam já desenvolve na região”, ressaltou Bleicker.

Related Posts

Leave a comment