(Português do Brasil) O esforço para reduzir emissões da aviação

vista-aerea-apui-samuel-simoes-neto

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Publicado em 19/02/2018 no Valor Econômico.

 

Pense: um avião comercial decola em São Paulo e aterrissa em Londres. Para cumprir o trajeto, queima combustível fóssil, produzindo emissões que, idealmente, precisam ser compensadas. Mas por quem e de que maneira? O fato é que as emissões dos voos comerciais internacionais não estão territorialmente vinculadas – ou seja, no caso do exemplo, não constituem ônus climático nem para o Brasil nem para a Inglaterra. Sua compensação cabe às próprias companhias aéreas, que respondem hoje por 2% das emissões mundiais, suficientes para colocar o setor no mesmo patamar de emissões das dez economias mundiais maiores geradoras…

 

Leia aqui a íntegra do texto publicado.

 

Related Posts

Leave a comment