Oficina promove discussões sobre REDD+ no Amapá

Comunicação Idesam

Nos dias 13 e 14 de Dezembro, em Macapá (AP), será realizada uma oficina de Treinamento sobre REDD+ (Redução de Emissões do Desmatamento e Degradação Florestal). O evento tem como objetivo discutir os fundamentos técnicos e políticos de REDD+, com destaque para os processos de construção de regulamentações subnacionais (estaduais).

A oficina é realizada pela Força Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF) com apoio do Instituto Estadual de Florestas do Amapá (IEF), Secretaria do Estado do Meio Ambiente do Amapá (SEMA) e Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (IDESAM), que atua como ponto focal do GCF no Brasil.

De acordo com Mariana Pavan, pesquisadora do Programa Mudanças Climáticas do IDESAM e coordenadora das atividades do GCF no Brasil, o Amapá ainda não possui marcos regulatórios específicos para mudanças climáticas, serviços ambientais ou REDD+. Nesse sentido, será importante analisar como iniciativas existentes em outros Estados podem orientar ou subsidiar a proposição de normas para o estado. “Pará e Amapá foram os Estados que demonstraram maior interesse e necessidade dessa capacitação, por conta do status atual de discussão e construção de tais regulamentações “, afirma.

Na agenda da oficina, o primeiro dia será voltado para questões gerais relacionadas a REDD+, desde a contextualização do tema até questões metodológicas, salvaguardas e fontes de financiamento. Posteriormente, a discussão terá uma abordagem mais prática: os representantes dos Estados do Acre, Amazonas e Mato Grosso apresentam seus estudos de caso, mostrando as políticas estaduais e os principais passos e desafios encontrados durante o processo, sob uma perspectiva tanto governamental quanto não governamental.

“Será uma troca de experiências entre os estados, ONGs e empresas para fornecer subsídios para o processo de construção no Amapá”, destaca Junia Karst, que também integra a equipe do Idesam durante o evento.

O evento conta com a participação de palestrantes de diversas organizações governamentais, não governamentais e instituições privadas envolvidas no desenvolvimento e discussão de políticas públicas, governança e salvaguardas no processo do REDD+. Entre elas estão Imaflora, Imazon, ICV, TNC, Biofílica e Ministério do Meio Ambiente.

Confira aqui a programação do evento.

Posts relacionados

Deixe um comentário