Análise de mudança de uso da terra e estrutura de governança ambiental nos municípios do Profloram

Este relatório foi elaborado como parte do Estudo “Oportunidades para Iniciativas de REDD+ no Sul/Sudeste do Estado do Amazonas”, desenvolvido pelo Idesam em parceria com a Carbon Decisions International e Forest Trends, com apoio financeiro do KfW. Apresenta um importante embasamento para entender a situação da estrutura de governança local na região do Projeto de Prevenção e Combate ao Desmatamento e Conservação da Floresta Tropical no Estado do Amazonas – Profloram.

Download

Comentários (3)

[…] e Desenvolvimento Sustentável) em 12 municípios do sul do Estado do Amazonas criou o Índice Consolidado de Estrutura de Governança Ambiental e Desmatamento. Trata-se de uma matriz que agrega uma série de indicadores e características dos municípios e, […]

[…] Um estudo do Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (Idesam) buscou descobrir quais os locais mais preparados para receber projetos ambientais. São municípios em que o “custo-benefício” seria melhor: pode-se investir pouco e conseguir grandes resultados no controle do desmatamento. O trabalho mostra que dois dos municípios que estão na lista dos que mais desmatam a Amazônia, Lábrea e Apuí, poderiam ser beneficiados. […]

Deixe um comentário