‘Cidades Florestais’ contrata extensionistas para atuar em municípios do AM

TDR-EXTENSIONISTA-PCF

Atualizado em 03/10/2018*

 

Até o próximo dia 12 de outubro, o Idesam está com seleção aberta para a contratação de engenheiros ou técnicos florestais (pessoa jurídica ou pessoa física) para atuar em cinco localidades diferentes do interior do Amazonas, por meio do Projeto Cidades Florestais. Os escolhidos irão realizar atividades nos municípios de Apuí, Boa Vista do Ramos, Carauari, Lábrea, Silves e na região da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã (Itapiranga e São Sebastião do Uatumã).

As empresas ou profissionais interessados precisam possuir experiência com Censo Florestal, elaboração de Planos de Manejo Florestais e Plano Operacional Anual (POE), além da produção de mapas georreferenciados, relatórios técnicos e treinamentos.

Dentro das atividades previstas, os consultores precisarão realizar o diagnóstico florestal para caracterização do potencial madeireiro da localidade de atuação, o planejamento de ramais de acesso e definição de limites da área de manejo florestal.

Além disso, o escopo das atividades ainda inclui a elaboração dos mapas de caracterização da propriedade, logístico, de espécies inventariadas e de espécies a explorar. Ministrar oficinas de gestão florestal, operação de equipamentos, segurança no trabalho e beneficiamento de madeira também estão na lista de atribuições, que pode ser acessada na íntegra nos Termos de Referência de cada vaga (links abaixo).

Os candidatos devem encaminhar suas propostas de orçamento até 30 de setembro. A assinatura dos contratos está prevista para outubro.

 

Sobre o Projeto Cidades Florestais

Iniciado em 2018, o Projeto Cidades Florestais é executado pelo Idesam, com apoio Fundo Amazônia/BNDES, tendo como principal propósito fomentar a produção florestal familiar e comunitária do Amazonas, tanto madeireira quanto a não madeireira.

O projeto fomenta a produção florestal de uso múltiplo por meio de diversas frentes de atuação, como a implantação de plataforma digital de apoio à gestão da produção comunitária, inserção de novos maquinários para a atividade florestal, a instalação de duas novas mini usinas e o apoio estrutural a outras três usinas já existentes.

Confira nos links abaixo os editais com todas as informações dos processos de contratação para cada região:

 

 

* As propostas enviadas anteriormente continuam válidas, não é necessário reenviá-las.

Posts relacionados

Deixe um comentário