‘Cidades Florestais: Madeira-Purus’ seleciona consultoria para confecção de mapas e banco de dados em UCs

content image
‘Cidades Florestais: Madeira-Purus’ seleciona consultoria para confecção de mapas e banco de dados em UCs

Prazo para envio de propostas segue até 25 de novembro, exclusivamente por e-mail

Por Comunicação Idesam
Foto: Henrique Saunier/Arquivo Idesam

Até o dia 25 de novembro, o Idesam está com seleção aberta para contratar Pessoa Jurídica que irá produzir mapas e construir um banco de dados com informações relevantes para o escopo do projeto “Cidades Florestais: Madeira-Purus”. A iniciativa visa fomentar a implementação de cadeias produtivas sustentáveis, a melhoria da gestão das organizações sociais e a diminuição da vulnerabilidade financeira das unidades de conservação situadas no bloco Madeira-Purus.

O projeto está sendo implementado na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Igapó-Açú, RDS Rio Amapá, Floresta Estadual (Flota) Tapauá e Reserva Extrativista (Resex) Ituxi, localizadas no Amazonas. 

Dentre as atividades do projeto, está a produção de um painel com informações sobre as atividades econômicas realizadas nas Unidades de Conservação localizadas no interflúvio Madeira-Purus. Além disso, será papel da consultoria georreferenciar as informações espaciais obtidas nas oficinas participativas, entre outras atividades que podem ser encontradas na íntegra no Termo de Referência (TDR 067/2020) da oportunidade

O Cidades Florestais: Madeira-Purus faz parte do projeto Consolidação de Mecanismos para Redução da Vulnerabilidade Financeira das UCs no bloco Madeira-Purus, iniciado em 2020, executado pelo Idesam e contemplado pelo edital Legado Integrado da Região Amazônica (LIRA), com apoio financeiro da parceria entre o Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ), o Fundo Amazônia/BNDES e Fundação Gordon e Betty Moore.