DOE AGORA

Edital Fundo AGM: Fase de avaliação de projetos é prorrogada

Edital Fundo AGM: Fase de avaliação de projetos é prorrogada

Ao todo, 29 foram classificados, sendo 19 da zona urbana e dez da zona rural de Maués.

 

Por Comunicação Idesam

 

Lançado em maio deste ano, o primeiro Edital Fundo AGM, iniciativa da Aliança Guaraná de Maués (AGM), teve prorrogada a sua fase de avaliação de projetos. Serão selecionadas e, posteriormente, anunciadas seis propostas concebidas no município.

 “Recebemos um número expressivo de projetos, foram 31 apresentados. E esse número, da mesma forma que nos surpreendeu positivamente, atrasou o processo de avaliação por parte do Comitê de Avaliação, que é composto por AMBEV e Parceiros Pela Amazônia/USAID”, comenta Silvana Macedo, coordenadora do Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam) em Maués

 Ainda segundo a coordenadora, também é importante lembrar que alguns projetos deverão passar por ajustes pelos proponentes. “Como o Fundo AGM se trata de uma primeira experiência, é natural que os criadores desses projetos possam ter tido algumas dificuldades para colocar as suas ideias no papel. E, pelo lado do Comitê de Avaliação, algumas propostas podem não ter atendido aos objetivos esperados”, complementa.

 

Mobilização

O primeiro Edital Fundo AGM reuniu 31 inscritos, com 29 classificados para a fase seguinte. Houve predomínio da zona urbana de Maués, com 19 projetos apresentados. Na zona rural, foram dez, distribuídos entre as comunidades Ilha de Vera Cruz (5), Menino Deus (2), Ilha Michiles (1), Nossa Senhora de Fátima (1) e São Raimundo do Mutuca (1).

 A respeito da temática, dos 19 projetos classificados da zona urbana, 15 foram destinados ao tema educação e cultura e três para a conservação do meio-ambiente. Produção sustentável, organização da produção e transversal — produção sustentável aliada à conservação do meio ambiente — tiveram um cada. Já na zona rural, o equilíbrio foi maior, com quatro projetos focados em produção sustentável, três em organização da produção e três em educação e cultura.

 

O edital

Ao todo, seis projetos serão contemplados pelo edital, cada um no valor máximo de R$ 5.000. As iniciativas propostas pelos escolhidos deverão ser executadas ainda no segundo semestre de 2021, pois a prestação de contas deve ser apresentada neste ano.

 

Sobre a Aliança

Desde 2017, uma parceria entre USAID, CIAT e IDESAM tem consolidado o trabalho da Aliança Guaraná de Maués (AGM), que nasceu como uma proposta da Ambev para constituir um coletivo de pessoas, organizações e poder público do município com o objetivo de concretizar a “Maués dos sonhos”. A AGM realiza ações concretas por meio dos seus Grupos de Trabalho (GT) nas áreas de Educação, Produção Sustentável, Turismo e Produção Sociocultural.

A iniciativa busca não só a valorização cultural da região como também a melhoria na qualidade de vida da população mauesense, interagindo e construindo junto com os diversos atores locais. As metas de cada GT incluem ainda melhorias aos produtores rurais e a implantação de métodos sustentáveis de produção. Na área cultural, onde tem presença ativa, a AGM trabalha no fortalecimento de grupos culturais tradicionais como gambazeiros (ritmo musical tradicional), parteiras e artesãos. Saiba mais sobre essa iniciativa em idesam.org/agm.

WordPress Lightbox Plugin